SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Porto de Itapoá adquire novos equipamentos para reduzir o tempo das operações

Porto de Itapoá adquire novos equipamentos para reduzir o tempo das operações


Fonte: Portal BE News (6 de maio de 2022 )
Porto de Itapoá busca ampliar capacidade de atendinento – Foto: Portal BE News

 

O Porto Itapoá (SC) adquiriu duas novas empilhadeiras Reach Stacker que serão empregadas nas operações no pátio do terminal. O objetivo é potencializar o atendimento entre navio e o pátio, complementando as operações com o RTG, um guindaste móvel, usado em operações dentro de portos para movimentar e empilhar os contêineres.

 

O objetivo é reduzir o tempo das operações em geral e dar suporte para movimentos específicos, como de cargas especiais padrão break bulk.

 

O gerente de operações do Porto Itapoá, Thiago Santos, explica que o TTT – Truck Turn Time (espera dos caminhões dentro do porto) deve diminuir com essa novidade. “Hoje temos cerca de 1.600 por dia circulando pelo terminal”, explica.

 

Segundo Santos, a otimização do TTT, o tempo de trânsito de caminhões é uma busca constante do Porto Itapoá.

 

Os equipamentos da marca Kalmar têm capacidade de levantar 45 toneladas nos spreaders (dispositivo que é acoplado na máquina para levantar os contêineres) e possuem uma série de tecnologias para a segurança do operador. O porto já contava com três equipamentos similares.

 

Ampliação x Investimentos

Com a previsão de ampliar sua capacidade de atendimento, o Porto Itapoá vem fazendo investimentos em infraestrutura. Além das empilhadeiras Reach Stacker, foram adquiridos mais cinco RTGs, um guindaste móvel sobre pneus, próprio para movimentação de contêineres no pátio.

 

O terminal já conta com 17 destes equipamentos, da marca ZPMC, mas os novos serão operados por controle remoto. O Porto Itapoá será o primeiro do Brasil a contar com essa tecnologia. A entrega destas máquinas será em janeiro de 2023.

 

Outra importante aquisição são os nove caminhões terminal tractors (TTs) – que chegam em julho -, além de nove buggies, as “carretas” dos TTs – que já chegaram. Os veículos juntam-se à frota de 40 unidades, da marca Rucker, que podem carregar, cada um, 65 toneladas, equivalente a dois contêineres de 20 pés.

 

Com essa nova infraestrutura, o Porto Itapoá estará preparado para a fase final de sua ampliação. Até o fim de 2023, o terminal terá mais 200 mil m² de pátio, totalizando 455 mil m²; um píer, que hoje possui 800m de comprimento, de 1.210m; e quase o dobro da capacidade de movimentação, chegando a 2 milhões TEUs por ano.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais