SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Yara quer fornecer amônia ‘verde’ para indústria naval até 2024

Yara quer fornecer amônia ‘verde’ para indústria naval até 2024


Fonte: Valor Econômico (5 de abril de 2022 )
Planta da Yara em Porsgrunn, na Noruega — Foto: Wikimedia Commons

 

A norueguesa Yara, uma das maiores fornecedoras de amônia e de fertilizantes do mundo, encomendou 15 terminais flutuantes de armazenagem e abastecimento de amônia “verde” para navios. Segundo a companhia, o contrato foi celebrado com a também norueguesa Azane Fuel Solutions, que ainda vai projetar e construir as estruturas.

 

Com o acordo, a Yara espera entregar amônia “verde” para navios na Escandinávia até 2024. “A colaboração entre a Azane e a Yara é um marco importante na descarbonização do transporte marítimo, aproveitando as extensas capacidades de produção e logística global da Yara Clean Ammonia”, diz Magnus Krogh Ankarstrand, presidente da divisão, em nota.

 

“A Yara está entusiasmada por operar os primeiros terminais operacionais de combustível [à base] de amônia do mundo”, continua.

 

A Yara está investindo em um projeto de produção de amônia verde em sua unidade localizada na península de Heroya, em Porsgrunn, município ao sul do território norueguês. O produto servirá como matéria-prima para adubos e combustíveis para indústria naval.

 

A amônia — que, entre outros usos, serve para a fabricação de nutrientes agrícolas como ureia e nitrato de amônio —, tradicionalmente é obtida a partir de um processo que consome muita energia e gera grandes volumes de gases causadores do efeito estufa. A tecnologia da “amônia verde” permite obter o insumo a partir do hidrogênio da água, com uso de energia limpa.

 

O governo norueguês tem oferecido subsídios às indústrias locais para elas desenvolverem projetos que reduzam ou eliminem a emissão de gás carbônico em seus processos.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais