SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Fórum de mobilidade apresenta impactos positivos do Túnel Santos-Guarujá

Fórum de mobilidade apresenta impactos positivos do Túnel Santos-Guarujá


Fonte: Prefeitura de Santos (21 de março de 2022 )
Evento foi realizado no Santos Convention Center – Foto: Carlos Nogueira

 

O 1º Fórum Vou de Túnel de Mobilidade Urbana, realizado nesta sexta-feira (18), no Santos Convention Center (Ponta da Praia), destacou os impactos positivos da travessia seca entre Santos e Guarujá no desenvolvimento portuário e na mobilidade urbana.

 

Promovido pela Uvebs (União dos Vereadores da Baixada Santista), o evento demonstrou, por vídeos, painéis e palestras, as características, o tipo de construção e intervenções necessárias ao empreendimento.

 

O túnel fará a ligação em menos de cinco minutos entre as duas cidades. O deslocamento será facilitado por três pistas, distribuídas entre veículos de passeio e de carga, ciclovia, pedestres, além de capacidade para absorver o VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos). Caso seja implantada, a obra beneficiará mais de 40 mil pessoas, que atualmente utilizam a travessia de balsas e barcas entre os municípios.

 

A expectativa, dentro de um modelo atualizado do projeto, é de que será reduzida a necessidade de desapropriação e reassentamento, em comparação ao projeto anterior.

 

O fórum teve a participação de diversas autoridades das esferas municipal, estadual e federal, além de técnicos e especialistas em engenharia. O prefeito Rogério Santos, também presente, falou da expectativa pela ligação.

 

“Temos trabalhado bastante para que os projetos em Santos saiam do papel. O projeto do túnel é centenário e já até possui o EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental). O tema já foi debatido com a população e ambas as cidades já realizaram audiências públicas. Agora estamos na expectativa de sua implantação, com a possibilidade de um financiamento desse projeto por meio do governo federal”.

 

A obra será feita com escavação e aplicação de módulos de concreto no subsolo, não havendo interferência na profundidade de leito do canal. Dessa forma, o túnel não limita a navegação de grandes navios, nem cria obstáculos para a expansão do Porto.

 

Ainda durante o evento, o chefe do Executivo santista lembrou das semelhanças entre o primeiro projeto, desenhado em 1927, e o atual, elaborado há 10 anos e atualizado pela Santos Port Authority, em 2019.

 

“O túnel é discutido há muito tempo. Curiosamente essa ligação desenhada pelo engenheiro Enéas Marino, há 95 anos, é praticamente no mesmo local do atual projeto. Inclusive, a primeira versão já previa a presença do bonde, e hoje temos o VLT como uma realidade, que também pode ser integrado ao Túnel”, concluiu o prefeito.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais