SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Com melhora do nível da hidrovia terminal de Porto Murtinho fará primeiro embarque do ano

Com melhora do nível da hidrovia terminal de Porto Murtinho fará primeiro embarque do ano


Fonte: Agência Porto (21 de março de 2022 )

A hidrovia do Rio Paraguai retoma a normalidade de sua navegação na região de Porto Murtinho e Corumbá. De acordo com dados da Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), no dia 15, o trecho de Ladário chegava a 1,67 metros, e em Porto Murtinho o rio estava em 2,39 metros. Os níveis estão, respectivamente, 16% e 7,6% superiores aos verificados no mesmo período do mês passado.

 

De acordo com o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), a melhoria nas condições de navegação no Rio Paraguai “já proporcionou que a FV Cereais, terminal privado de cargas em Porto Murtinho, anunciasse o primeiro embarque de grãos deste ano. Entre os dias 24 e 25 serão embarcadas 20 mil toneladas de soja. Essa é uma operação que comemoramos, pois a hidrovia tem um papel fundamental para a logística sul-mato-grossense”.

 

O gerente de operações portuárias da FV Cereais, Genivaldo Santos, confirmou que empresa iniciou a descarga de caminhões na semana passada. “Estamos fazendo carga dentro do armazém para ao final de março vamos ter um comboio entre os dias 24 e 25 para embarque de 20 mil toneladas. É o primeiro do ano”, salientou. Ele lembrou que, neste momento, o rio Paraguai na região de Porto Murtinho está com 2,39 metros de altura. “Em alguns trechos existem algumas restrições, mas outras empresas já estão navegando normalmente. A navegabilidade da hidrovia está tranquila e estamos tocando aguardando os contratos de exportação”, adiantou.

 

O gerente da FV Cereais lembrou que no ano passado a empresa tinha contrato de 400 mil toneladas, mas com a estiagem movimentaram apenas 250 mil toneladas de soja. “Este ano a expectativa é 420 a 450 mil toneladas dependendo da demanda e nível do rio. Vamos aguardar movimentando abril e maio, que sabemos que é bastante intenso para ver como se comporta o rio”, finalizou.

 

Segundo o Imasul, mesmo com o maior volume de chuvas e melhora nas condições de navegabilidade, a hidrovia ainda está abaixo do normal. Em Porto Murtinho neste período, o ideal seria mais de 4 metros no nível do rio. Hoje está em 2,39 metros. De acordo com o analista de recursos hídricos do Imasul, Lincoln Curado, o nível do rio melhorou neste início de ano e não está tão crítico, mesmo assim continua abaixo de 2020 e 2021.

 

Novos empreendimentos

Considerada um importante hub logístico e entrada da Rota Bioceânica, Porto Murtinho aguarda dois novos portos com investimentos que superam R$ 400 milhões. O projeto mais adiantado é da Docas Fluvial de Murtinho, que já está autorizado na Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários). O outro que está sendo viabilizado é o de Porto Saladero.

Além desse projeto, outros grupos estudam empreendimentos, e já adquiriram áreas próximas ao terminal do Governo. O investimento da Docas Fluvial de Murtinho será acima de R$ 100 milhões na construção de um terminal de granel sólido (para produtos agrícolas, fertilizantes e insumos) com capacidade de movimentar mais de 2,2 milhões de toneladas no ano.

 

A previsão é gerar 450 empregos diretos e indiretos. A empresa já possui área de cinco hectares na barranca do rio Paraguai onde vai construir as linhas de carregamento, três silos de 15 mil toneladas cada e um armazém para 35 mil toneladas de fertilizantes.

 

Evento debate logística em MS

O futuro da Hidrovia Paraguai-Paraná será destaque do seminário “MS Dinamiza: Logística e Competitividade”, que acontece nos dias 23 e 24 de março em Campo Grande e vai debater os rumos da logística estadual. O evento que acontece no Ondara Palace, em Campo Grande, vai reunir representantes de setores econômicos e autoridades políticas para troca de experiências e discussão de novas ideias e projetos. São aguardadas do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

 

A promoção é do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Semagro e Sebrae-MS, em parceria com a Empresa de Planejamento e Logística S/A – EPL, vinculada ao Ministério da Infraestrutura do Governo Federal.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais