SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Navios ficam vazios por semanas à espera de soja brasileira atrasada

Navios ficam vazios por semanas à espera de soja brasileira atrasada


Fonte: Portos e Navios (25 de fevereiro de 2022 )

Um acúmulo de navios esperando para carregar soja de alguns portos brasileiros está chegando a níveis quase recordes, já que o maior exportador de grãos do mundo luta para colher e embarcar a safra desta temporada devido ao clima extremo.

 

Segundo a Bloomberg, após problemas na colheita e fortes chuvas que dificultaram a secagem e o transporte dos grãos, alguns navios estão esperando há mais de 40 dias por suas cargas. Isso é significativamente mais longo do que os sete a 15 dias típicos, resultando em prazos de entrega mais longos, prêmios mais altos e custos crescentes para os compradores.

 

Os atrasos no embarque ocorrem porque o mau tempo afetou as safras desta temporada, com fortes chuvas no estado de Mato Grosso atrasando a colheita ainda mais do que o previsto, já que os grãos úmidos precisam ser secos antes de serem transportados para os portos. Embora a colheita do estado esteja mais adiantada do que estava no ano passado, ainda está atrás do que os especialistas esperavam.

 

O país agora deve exportar 7,2 milhões de toneladas este mês, abaixo da previsão de 9 milhões de toneladas feita em janeiro.

 

Devido à fila de várias semanas para o carregamento, algumas grandes tradings estão retirando cargas do Porto de Santos e enviando-as para portos do Arco Norte, como Itaqui e Barcarena.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais