SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Alta dos fertilizantes em meio ao conflito entre Rússia e Ucrânia preocupa UE

Alta dos fertilizantes em meio ao conflito entre Rússia e Ucrânia preocupa UE


Fonte: Valor Econômico (23 de fevereiro de 2022 )

Ministros de Agricultura da União Europeia estão preocupados com os efeitos negativos dos crescentes custos de insumos agrícolas em meio ao acirramento das ameaças militares da Rússia contra a Ucrânia, e defendem, particularmente, a liberação de ajuda emergencial para criadores de suínos.

 

A Rússia lidera as exportações globais de fertilizantes nitrogenados, é o segundo país em embarques de nutrientes derivados do potássio e o terceiro nos fosfatados, e recentemente impôs uma interdição de dois meses, até o início de abril, em suas vendas de adubos ao exterior.

 

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, uma espécie de presidente da UE, tem insistido que aliados ocidentais deverão impor sanções econômicas contra a Rússia. Mas alertou: “O custo para a Rússia será severo. Mas sejamos francos, também haverá custos para nós, na Europa’’.

 

Petróleo e gás
Enquanto os ministros da Agricultura da UE manifestavam “considerável preocupação’’ com os custos de energia, o preço do petróleo se aproximou de US$ 100 o barril após Vladimir Putin anunciar o envio de tropas para duas regiões separatistas da Ucrânia.

 

O custo do petróleo subiu mais de 90% entre o quarto trimestre de 2020 e janeiro deste ano. E aumentou mais 15% em janeiro em relação a dezembro, atingindo um patamar não era alcançado desde 2014.

 

Os preços do gás natural também continuam muito elevados. Na Europa, as cotações estão 379% mais elevadas, num salto quatro vezes maior que o do petróleo. O gás caiu ligeiramente em janeiro, mas analistas duvidam de uma estabilização no mercado diante de incertezas sobre o fornecimento e demanda.

 

Ureia e fosfato
Diante desse movimentos, os fertilizantes também estão em alta. O preço da ureia, por exemplo, está 245% mais elevado que no quarto trimestre de 2020, enquanto a rocha fosfática subiu 111%.

 

Antes do recrudescimento da crise da Ucrânia, autoridades europeias viam sinais encorajadores de uma modesta redução nos preços de fertilizantes ante dezembro de 2021. Mas já não há mais essa sensação.

 

Pressão na cadeia de suínos
Uma inquietação na Europa é com a cadeia de carne suína. Os preços da proteína estão 13% mais baixos que no mesmo período de 2021. Nos últimos dois anos, 23% dos produtores poloneses interromperam a criação. O segmento pede ajuda de emergência à UE, e alega que uma falta de resposta à atual crise mina os objetivos da Política Agrícola Comum europeia.

Para outras proteínas animais, a situação é melhor, já que os preços estão em níveis recorde. Mas o perigo, diz uma nota do Conselho Europeu, vem do custo dos insumos, que “estão drasticamente reduzindo as margens’’ de lucro.

 

Mercado de cereais
No mercado de cereais, apesar de a produção mundial de trigo ter atingido recorde em 2021/22, o fornecimento continua apertado, especialmente no caso do produto de alta qualidade. Os preços da commodity estão entre 10% e 12% mais elevados que há um ano na Europa.

 

A produção de milho também atingiu volume recorde, e a oferta é mais abundante que a de trigo. No entanto, os europeus constatam que parte da colheita da América do Sul nesta safra 2021/22 ainda vai demorar alguns meses a chegar ao mercado, e as condições meteorológicas não têm sido das melhores na Argentina e no Brasil, o que tem colaborado para um incremento de 5% a 7% nos preços do grão na UE.

Os europeus mencionam condições menos favoráveis também para a produção de soja no Sul do Brasil, na Argentina e no Paraguai. As cotações da oleaginosa continuam a subir e estão agora entre 15% e 20% mais elevadas que em fevereiro de 2021.

 

Por sua vez, o Comitê Europeu de Fabricantes de Açúcar (Cefs) calcula que a produção de açúcar de beterraba na UE caiu 11% no ano passado, para 14,2 milhões de toneladas, em meio a problemas climáticos e fitossanitários. A expectativa é que o volume volte a subir, para 16 milhões de toneladas.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais