SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Portonave e embaixada argentina firmam acordo para redução de custos logísticos

Portonave e embaixada argentina firmam acordo para redução de custos logísticos


Fonte: Portonave (21 de fevereiro de 2022 )
Foto: Assessora de Imprensa Portonave

 

O Porto de Navegantes firmou acordo de cooperação com a Embaixada da Argentina e com o Consulado da Argentina em Florianópolis. O objetivo é reduzir os custos logísticos de importação e exportação já a partir deste mês de fevereiro. Esse é a primeira parceria bilateral da Portonave em âmbito internacional, uma iniciativa que potencializa os negócios internacionais e fortalece Santa Catarina no segmento portuário.

 

Em cerimônia virtual, o diretor-superintendente administrativo da Portonave, Osmari de Castilho Ribas, ressalta que o Porto é atualmente uma porta de entrada fundamental para viabilizar a comercialização de produtos. “Para nós, é uma grande satisfação firmar esse acordo e estarmos disponíveis para otimizar os custos e para que as transações possam crescer de forma que equilibre toda a cadeia logística”.

 

O gerente comercial da Portonave, Rodrigo Gomes, complementa, ainda, que a iniciativa é um importante passo para fomentar os negócios entre os países. “As negociações iniciaram em 2021, com isso temos certeza que é um avanço significativo para fomentar novos negócios e oportunidades entre Brasil e Argentina”.

 

Ao agradecer a parceria e salientar a importância estratégica do Porto de Navegantes, o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, destaca a expectativa com a nova parceria. “Em 2021, o comércio entre Argentina e Santa Catarina foi de 2 bilhões de dólares. Estou convencido de que, com o acordo que firmamos com a Portonave, os números do comércio bilateral crescerão ainda mais. Agradeço a confiança de vocês nesta associação, que é extremamente importante para as empresas exportadoras argentinas”.

 

O secretário de Assuntos Internacionais de Santa Catarina, Fernando Raupp, reforça que o estado catarinense conta com uma logística pronta, com importantes portos. “Um estado que oferece todas as condições de segurança, mão de obra qualificada e organização, tendo sido considerado recentemente como o melhor do país para se investir e fazer novos negócios, conforme apontou o Ranking de Competitividade dos Municípios do CLP”.

 

Entre os principais produtos de exportação que passam na Portonave com destino à Argentina, estão partes de acessórios do segmento automotivo, produtos químicos, além de produtos da linha branca*. Na importação, as principais cargas são plásticos, azeite de oliva, vinhos, entre outros.

 

Também participaram do evento o cônsul da Argentina em Florianópolis, Federico Eugenio Costa, e autoridades do Ministério de Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da República Argentina, da Agência Argentina de Investimentos e Comércio Internacional.

 

SC é líder no setor

Santa Catarina é o principal destino das cargas Argentinas em contêineres, segundo o Datamar. Já, de acordo a Autoridade Portuária de Itajaí, o complexo portuário de Itajaí e Navegantes liderou as atividades do setor, com 1,643 milhão de TEUs, 16% mais que em 2020. A Portonave representa 1.125.611 TEUs desse número, 29% a mais que o ano anterior, o que fez a empresa conquistar o maior crescimento de sua história. Saiba mais aqui.

 

*Produtos da linha branca: máquinas de lavar roupas e demais eletrodomésticos.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais