SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Atraso no transporte de carga marítima persiste em 2022, diz Maersk

Atraso no transporte de carga marítima persiste em 2022, diz Maersk


Fonte: Folha de S. Paulo (14 de janeiro de 2022 )
Movimento no Tecon Santos, terminal de contêineres da Santos Brasil – Eduardo Anizelli – 7.out.2021/Folhapress

 

A empresa de transporte marítimo de contêineres AP Moller-Maersk alertou os clientes nesta terça-feira (11) que continua tendo problemas para transportar mercadorias ao redor do mundo, já que o descongestionamento está demorando mais do que a empresa dinamarquesa estava esperando.

 

A pandemia levou à escassez de navios de contêineres e a congestionamentos nos portos em um momento de altos gastos do consumidor, o que significa que centenas de navios de contêineres estão inativos fora dos portos.

 

“Infelizmente, 2022 não começou como esperávamos”, disse a Maersk em um aviso publicado em seu site.

 

“A pandemia continua e, infelizmente, estamos vendo novos surtos que afetam nossa capacidade de movimentar sua carga”, disse a empresa, acrescentando que espera que as limitações continuem “por algum tempo”.

 

Os maiores tempos de espera para os navios de contêineres descarregarem ou pegarem carga ocorreram na costa oeste dos Estados Unidos. No porto de Long Beach, em Los Angeles, é preciso esperar entre 38 e 45 dias, disse a Maersk.

 

No entanto, a companhia observou que houve recentemente uma diminuição no norte da Europa, onde se esperava que o porto belga de Antuérpia reduzisse a espera para cerca de dois dias nesta semana, dos dez dias da semana anterior.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais