SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Rumo é a primeira empresa do setor ferroviário a entrar no ISE B3

Rumo é a primeira empresa do setor ferroviário a entrar no ISE B3


Fonte: Portos e Navios (29 de dezembro de 2021 )
Foto: Reprodução/Portos e Navios

A Rumo, concessionária de ferrovias, foi selecionada para integrar o ISE B3, o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3, uma das principais referências de sustentabilidade do mercado nacional de capitais.

 

A empresa é a primeira do setor ferroviário brasileiro a figurar no índice que é referência em práticas empresariais de sustentabilidade. O índice reconhece as companhias que têm comprometimento com a sustentabilidade empresarial e é um fator decisivo para a tomada de decisão de investidores que buscam oportunidades em negócios perenes.

 

A 17ª carteira do ISE B3 vigorará de 3 de janeiro de 2022 a 30 de dezembro de 2022 e reúne 45 ações, de 45 empresas de 26 setores. Juntas, as companhias somam mais de R$ 1,7 trilhão em valor de mercado, 38,32% do total do valor de mercado das companhias com ações negociadas na B3, com base no fechamento de 15 de dezembro de 2021.

 

Neste ano, os critérios de avaliação da ISE B3 foram reformulados e levaram em conta também a transparência e a visibilidade dos dados.

 

Com uma atuação orientada em sua Política de Sustentabilidade que abrange diretrizes gerais considerando diversos aspectos que são relevantes ao negócio, em 2019 a Rumo divulgou em seu Relatório de Sustentabilidade os seus compromissos para o desenvolvimento sustentável, alinhados com os valores da empresa e com o DNA Rumo.

 

Os compromissos envolvem três metas quantitativas, relacionadas a segurança do trabalho, redução de emissões de gases de efeito estufa e satisfação do colaborador.

A partir do compromisso com a redução de suas emissões, em 2020 a Rumo se tornou a primeira ferrovia de cargas da América Latina a emitir um Green Bond, no valor de US$ 500 milhões voltado para investimentos sustentáveis, como aquisição de material rodante e modernização de vias férreas para aumentar a eficiência do transporte.

 

Neste ano a Rumo foi a primeira empresa brasileira a emitir uma Sustainability-Linked Debenture (“SLD”) vinculado a meta de reduzir as emissões específicas em 15% até 2025, antecipada para 2023 e outra captação atrelada a uma meta com horizonte até 2030, de reduzir as emissões específicas em 21%.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais