SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Portos do Paraná investe cerca de R$162,6 milhões em obras e projetos apenas em 2021

Portos do Paraná investe cerca de R$162,6 milhões em obras e projetos apenas em 2021


Fonte: Agência de Notícias do Paraná (29 de dezembro de 2021 )

A Portos do Paraná investiu cerca de 162 milhões e 600 mil reais, em 2021, em obras e projetos muito esperados pela comunidade portuária.

 

Além da derrocagem, que chega a quase 75% de execução, outras obras do planejamento tiveram foco em infraestrutura marítima, terrestre e de acesso. Para manter a segurança da navegação e a competitividade no cenário logístico e portuário, a derrocagem não é a única obra em andamento nesse importante pilar da gestão portuária do Estado. Entre as obras de infraestrutura marítima também se destacam a continuidade da dragagem de manutenção, na qual foram investidos 32, milhões de reais em 2021 e a dragagem dos dolfins, estrutura de amarração do berço 219 utilizada para os navios de cargas rolantes.

 

No cais, as obras de drenagem, um investimento total de 17 milhões, foram realizadas em cinco lotes. Os trabalhos incluíram a adequação e recuperação do sistema de drenagem pluvial com uso de mecanismos de retenção de matéria orgânica, minimizando a carga orgânica despejada nas galerias do Porto de Paranaguá. Também na faixa primária, sete novos banheiros foram construídos e estão em fase de finalização para atender os quase 2 mil trabalhadores que acessam o cais todos os dias. Um investimento de cerca de um milhão e 870 mil reais.

 

Os trabalhos já finalizados incluem melhorias na sinalização náutica dos acessos marítimos e obras de recuperação e proteção da estrutura do Píer Público de Inflamáveis do Porto de Paranaguá, com investimento 28 milhões de reais, que estão 40% concluídas. Além das obras, a Portos do Paraná desenvolveu, em 2021, o projeto executivo para restauração da Avenida Ayrton Senna, entre entroncamento da BR-277 e o porto, com um investimento de um milhão e 670 mil reais.

 

O projeto básico da remodelação do Corredor de Exportação, para um novo e mais moderno sistema interligado, também avançou. Entre as obras mais esperadas para os próximos anos está o Cais Leste, o Moegão, cuja contratação está prevista logo para o início de 2022, com um investimento público na ordem de 500 milhões de reais, na construção de uma moega exclusiva para o modal ferroviário. A ideia é atender, em um único ponto, por conexões aéreas, todos os 11 terminais que operam à Leste no Corredor de Exportação. (Repórter: Gustavo Vaz)

 


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais