SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Dragagem   /   Investimentos no Porto de Santos mostram acerto da política pública de concessões, aponta ministro Tarcísio

Investimentos no Porto de Santos mostram acerto da política pública de concessões, aponta ministro Tarcísio


Fonte: Brasil Export (29 de novembro de 2021 )

 

O investimento de R$ 600 milhões na construção de uma linha férrea e na ampliação de dois cais privados no Porto de Santos é reflexo da política pública do Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, em conceder ativos para a iniciativa privada. Feita pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a avaliação ocorreu na última sexta-feira (26) durante agenda oficial ao maior porto da América do Sul.

 

A agenda no litoral para reuniões e vistorias técnicas, teve a inaugurações de três novos empreendimentos no porto: a 3ª Linha do Paquetá, que integra o sistema ferroviário do Porto de Santos (Portofer); Inauguração do píer da Ageo, na Ilha do Barnabé; e a entrega oficial das obras de extensão e aprofundamento do Cais do Tecon. A agenda também contou com a presença dos secretários nacionais de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, e de Transportes Terrestres, Marcello Costa.

 

“Isso mostra acerto da política pública”, afirmou o ministro da Infraestrutura, em referência ao investimento privado no Porto de Santos. “O pacote de R$ 600 milhões que estão sendo entregues hoje faz parte de [R$] 3,2 bilhões de investimento em andamento. E têm mais R$ 6 bilhões que estão por vir nos próximos anos, fruto desses contratos de arrendamento que foram feitos, e também das renovações antecipadas de contratos dos terminais”, acrescentou.

 

Integração

 

O primeiro compromisso da agenda foi a inauguração da Terceira Linha do Paquetá, que integra o sistema ferroviário do Porto de Santos (Portofer), entrada e saída de trens aos terminais de grãos e celulose presentes na margem direita do porto. Responsável pelas obras, a empresa Rumo investiu R$ 23 milhões na construção de 1.962 metros de novos trilhos, que irão servir de apoio às manobras de vagões vazios. Com o empreendimento, a capacidade das linhas praticamente dobra, podendo chegar a 35 faixas (passagens de trem) por dia.

 

Na sequência, o ministro participou da inauguração do píer de atracação feito pela Ageo para navios de granéis líquidos com calado de 15 metros. Com capacidade de 80.000 DWT, a nova estrutura fica no terminal de líquidos da empresa, na Ilha do Barnabé, e é a segunda do tipo construída pela Ageo para o Porto de Santos. O investimento de R$ 128 milhões deve resultar no aumento da capacidade de atracação de navios de granéis líquidos que se destinam ao porto.

 

Embarque

 

Já as obras de extensão e aprofundamento do Cais do Tecon Santos, com investimento de R$ 450 milhões, fazem parte da primeira fase do projeto de ampliação e modernização do terminal pela empresa Santos Brasil. No total, serão investidos R$ 1,5 bilhão até 2031 para aumentar a produtividade operacional, a eficiência energética, a velocidade e o fluxo da operação. Agora, o Tecon Santos é o único terminal de contêineres da América do Sul com capacidade de receber simultaneamente até três navios New Panamax, de 366m – as maiores embarcações previstas para chegar ao país. Equipe e conselheiros do Brasil Export acompanharam a atividade in loco.

 

No Gate 19 do Porto de Santos, o ministro acompanhou o primeiro embarque dos fardos de celulose produzidos pela Bracell, no terminal STS 14A, arrematado pela companhia em leilão realizado em agosto de 2020. Após o embarque, o navio carregado com 58 mil toneladas de celulose, irá seguir para Qingdao e Changshu, na China.

 

As informações são da Assessoria Especial de Comunicação do Ministério da Infraestrutura.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais