SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   12 países já registram casos de nova variante da covid

12 países já registram casos de nova variante da covid


Fonte: Santa portal (29 de novembro de 2021 )
Foto por: Fiocruz/Divulgação

 

A ômicron, nova variante da covid-19, já foi detectada em ao menos 12 países – essa cepa foi descoberta na África do Sul. Em função disso, várias nações já restringiram voos.

 

Na Holanda, por exemplo, ao menos 13 dos 61 viajantes que chegaram ao país com covid estão com a variante ômicron. De acordo com o governo holandês, o número pode ser maior, mas testes ainda estão em execução.

 

Os passageiros estavam entre cerca de 600 que chegaram a Amsterdã na sexta (26), em dois voos vindos da África do Sul, um dos países em que também já há casos confirmados do novo mutante.

 

Foi em laboratórios sul-africanos que a ômicron foi sequenciada pela primeira vez, o que não quer dizer que a variante tenha surgido lá. As amostras mais antigas em que ela apareceu até agora foram coletadas em Botsuana, também no sul do continente africano.

 

O alerta de uma nova variante não só mais transmissível mas também com potencial para escapar da imunidade fornecida pelas atuais vacinas foi dado pela primeira vez na terça (23), por cientistas especializados em genética.

 

Na quinta (25), o governo da África do Sul fez um aviso oficial, detonando uma onda de suspensão de voos e novos sequenciamentos pelo mundo.

 

Na quinta (25), o governo da África do Sul fez um aviso oficial, detonando uma onda de suspensão de voos e novos sequenciamentos pelo mundo.

 

Até o momento, já há casos confirmados em ao menos oito países europeus (Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Itália, Holanda, Áustria, Dinamarca e República Tcheca), além de Austrália, Botsuana e Hong Kong.

 

Segundo cientistas, o sequenciamento da ômicron já era esperado, uma vez que a variante deve ter se espalhado antes de ter sido identificada pela primeira vez.

 

Anvisa recomenda ao governo barrar viajantes de 10 países

 

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) fez uma recomendação na noite deste sábado (27) para que o governo federal proíba a entrada de viajantes que estiveram, nos últimos 14 dias, em quatro países africanos.

 

Com isso, a agência ampliou para dez o número de nações do continente na lista de restrições sanitárias.

 

A medida acrescenta Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia, ao lado de África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

 

O objetivo é tentar evitar a chegada da nova variante da Covid-19, batizada de ômicron pela OMS (Organização Mundial da Saúde).


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais