SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Ecorodovias fecha acordo com governo de SP, acerta passivos e prorroga concessão da Imigrantes até 2033

Ecorodovias fecha acordo com governo de SP, acerta passivos e prorroga concessão da Imigrantes até 2033


Fonte: Valor Econômico (25 de novembro de 2021 )
Sistema Anchieta-Imigrantes: acordo com governo de São Paulo prevê a prorrogação da concessão até novembro de 2033 — Foto: Divulgação Valor Econômico/ Ecovias

 

A Ecorodovias fechou nesta quarta-feira (24) o acordo definitivo com o governo paulista para solucionar os passivos regulatórios da Ecovias dos Imigrantes. Em abril, a companhia já havia fechado um termo preliminar, mas ainda faltavam alguns ajustes, que agora garantiram o encerramento de uma disputa judicial travada entre a empresa e o Estado há anos.

 

O acordo prevê a prorrogação da concessão do sistema Anchieta-Imigrantes até novembro de 2033. A Ecorodovias terá que fazer investimentos adicionais na ordem de R$ 1,5 bilhão, além do pagamento de R$ 613 milhões ao Estado.

 

A principal disputa que levou ao acordo teve início em 2006. Nesse ano, o governo paulista firmou termos aditivos com diversas concessionárias de rodovias, prorrogando o prazo dos contratos. Porém, anos depois, o Estado fez uma revisão dos acordos e, em 2014, decidiu anular os aditivos — gerando uma grande briga judicial com as empresas.

 

A atual gestão paulista vem tentando chegar a um acordo com as companhias do setor desde 2019 sobre esses passivos. Após muitas idas e vindas da negociação, o Estado vem conseguindo soluções – até agora, apenas a Ecorodovias firmou seu acordo definitivo, mas a CCR também já fechou um termo preliminar, em junho. As conversas com a Arteris ainda estão em curso.

 

Pelo acordo da Ecorodovias, a concessão da Imigrantes foi estendida, mas sob uma taxa interna de retorno menor: a remuneração, que era de 20,6%, caiu para 8,2%, em linha com os contratos mais recentes de rodovias no país. Além disso, o índice de reajuste tarifário foi alterado do IGP-M para o IPCA.

 

Entre os novos investimentos que serão realizados, estão obras para o aumento de capacidade na Rodovia Anchieta, entre o km 59 e o km 65, na entrada de Santos, além de melhorias na área urbana de São Vicente.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais