SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Tecnologia inovadora na armazenagem de contêineres em Porto Árabe

Tecnologia inovadora na armazenagem de contêineres em Porto Árabe


Fonte: CODESA (22 de novembro de 2021 )
Foto: CODESA

 

O presidente da CODESA, Julio Castiglioni, e o diretor Bruno Fardin, que participam da missão comercial realizada pelo governo brasileiro nos Emirados Árabes Unidos, conheceram um sistema inovador na armazenagem de contêineres no Porto de Jebel Ali, com significativos ganhos de utilização de espaço e redução do tempo de operação.

 

A missão é centrada na Expo Dubai 2020, exposição mundial que oferece um ambiente propício ao estreitamento de contatos entre o setor privado e o Governo Federal, reforçando as relações entre o Brasil e os Emirados Árabes. A comitiva do setor portuário e de infraestrutura nacionais é liderada pelo ministro Tarcísio de Freitas.

 

Visita técnica

Um dos pontos altos da programação da Expo Dubai foi a visita técnica da comitiva brasileira, ao Porto de Jebel Ali, em Dubai, pertencente ao grupo DPWorld. É o 9º porto do mundo em movimentação de contêineres, com quatro grandes terminais distribuídos, localizados numa área terrestre de 57 milhões de metros quadrados.

 

O Terminal 1 tem capacidade para 9 milhões de TEUs e é um dos mais movimentados. No Terminal 2, com sua tecnologia “estado-da-arte”, conseguiu-se redução de emissão de carbono na ordem de 30%.

 

Já os navios da categoria Ultra Large Container Vessels (ULCV), até 18,000 TEUs, podem operar no T3 e, o Terminal 4, projetado para ser benchmark internacional no setor, levará o porto, ao fim da construção, para capacidade de 22 milhões de TEUs.

 

Inovação

A comitiva conheceu, também, o projeto Box Bay, um sistema próprio, ainda em desenvolvimento, que consiste na automação integral de armazenamento de contêineres, com alta verticalização.

 

Jebel Ali é o primeiro porto, no mundo, que desenvolve essa tecnologia, cujo benefício é reduzir, em até três vezes, a ocupação do espaço para armazenar a mesma quantidade de contentores. Além disso, a operação de armazenamento é 60% mais rápida, em comparação ao processo tradicional, utilizado nos portos de todo mundo.

 

Os representantes do Brasil ainda visitaram o centro de operações da DPWorld, onde assistiram a uma apresentação, com informação gerais do porto, da área de logística integrada, ZPE (Zona de Processamento de Exportação), aeroporto e JAFZA (sigla em inglês para Jebel Ali Free Zone).

 

O evento – Expo Dubai 2020, começou no último dia 13 e vai até esta sexta-feira, 19 de novembro


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais