SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Projeto mostra detalhes do Porto de Santos a alunos da rede municipal

Projeto mostra detalhes do Porto de Santos a alunos da rede municipal


Fonte: Santaportal (18 de novembro de 2021 )
Foto: Nathalia Filipe

 

Conhecer as profissões que fazem parte do dia a dia do maior Porto da América Latina e aproximar alunos dessa realidade. Esse é o objetivo do projeto “Conhecendo as profissões do Porto”.

 

Em 2021, 10 turmas de nove escolas municipais (cerca de 200 estudantes) participaram da iniciativa. Eles assistiram a um minicurso sobre construção de projeto de vida, além de aprender sobre as profissões portuárias.

 

O projeto ocorre numa parceria entre a empresa Marimex, o projeto Prospere Jovem, a Ego Comunicação e a Secretaria de Educação (Seduc) de Santos.

 

Nesta quarta (17), foram entregues os certificados para os alunos e professores das escolas participantes. Os alunos dos 9º anos das escolas Edmea Ladevig, Mário de Almeida Alcântara, Oswaldo Justo, Vinte e oito de fevereiro, Pedro II, Lourdes Ortiz, José da Costa e Silva Sobrinho, Cidade de Santos e Martins Fontes foram divididos em turmas de 20, por conta da necessidade do distanciamento e dos protocolos sanitários.

 

“Por conta da pandemia, não houve cursos em 2020 e retornamos este ano com turmas menores”, explicou Adriano Simões, coaching vocacional da ‘Prospere Jovem’. Para Adriano, os alunos que participaram do projeto puderam entender um pouco da importância do porto para a Cidade.

 

“A ideia é que possa servir de meio para chegarem aonde querem, ou que, realmente, possam escolher uma profissão”.

 

O projeto é realizado desde 2018 e, nos dois anos em que pode receber os alunos, mais de 2.000 foram contemplados. “Nossa expectativa é de que em 2022 possamos retornar com os 40 alunos por turma do início da atividade”, disse Adriano.

 

Os alunos aprenderam que, hoje em dia, existem várias profissões que fazem com que o porto funcione. “São diversos tipos de engenharia, tecnologia da informação, recursos humanos, vendas, administração, comércio exterior, psicologia, direito, enfim, diversas profissões, até medicina veterinária”.

 

Para a aluna, Bárbara de Lima, de 14 anos, da escola José da Costa e Silva Sobrinho (Piratininga), conhecer as profissões do porto foi muito interessante. “A gente acha que o Porto é algo muito fechado, que não é todo mundo que pode trabalhar lá ou participar de alguma coisa, por isso achei interessante saber. Hoje tenho vontade de trabalhar no Porto”.

 

Já para Roberta Vivian de Moura Paulino, de 15 anos, conhecer a Marimex foi muito importante. “Eu achei legal e interessante saber mais sobre o nosso porto. O projeto abre uma possibilidade para os alunos da rede municipal”, garantiu a aluna.

 

Para a coordenadora Pedagógica da escola Martins Fontes (Morro da Penha), o projeto “deu oportunidade aos jovens verem essa área portuária, conhecerem uma outra realidade e também traçarem metas para o futuro deles. Além disso, os 20 alunos que vieram tiveram a oportunidade de passar isso para os outros colegas da escola. Tivemos rodas de conversa, os professores trabalharam em cima disso até para trazer esse conhecimento sobre o Porto pra dentro da escola, para que todos tivessem essa visão de futuro também”.

 

O aluno Igor Cleber Rodrigues, 16 anos, também da escola Martins Fontes, disse que tinha curiosidade de conhecer porque o pai dele trabalhava no local. “Foi uma oportunidade muito boa porque conheci muitas oportunidades de emprego. Aqui tem muitos empregos bons”.

 

A secretária de Educação, Cristina Barletta, agradeceu a parceria. “O que a gente precisa é de gente feliz e a gente só é feliz quando há oportunidade de escolha, por meio da informação e do conhecimento. E é isso que esse projeto oferece: entender e conhecer é a oportunidade que o projeto dá a esses estudantes”.

 

O presidente da Marimex, Antonio Carlos Fonseca Cristiano, disse que vive um aprendizado permanente. “Estou muito satisfeito de estar patrocinando um projeto como este. Eu, pessoalmente, fico muito satisfeito de estar aprendendo com todos”

 

Joyce do Nascimento, hoje com 18 anos, participou do projeto quando tinha 15 anos e veio com a turma da escola Cidade de Santos. Na cerimônia desta quarta-feira (17), ela deu um depoimento de como o “Conhecendo as profissões do Porto” mudou sua maneira de ver o mundo e de aproveitar as possibilidades. A aluna foi convidada pelo coaching Adriano Simões para ser monitora nos encontros deste ano e disse que foi uma experiência marcante para ela. “Hoje me sinto realizada em poder participar como monitora dos alunos da rede municipal”.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais