SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Dubai busca atrair indústrias e negócios internacionais com isenção de impostos e modernidade; Jebel Ali mira na consolidação como hub logístico e quer ganhar mercado na Índia

Dubai busca atrair indústrias e negócios internacionais com isenção de impostos e modernidade; Jebel Ali mira na consolidação como hub logístico e quer ganhar mercado na Índia


Fonte: Fórum Brasil Export (18 de novembro de 2021 )

 

A comitiva da Missão Internacional do Brasil Export a Dubai assistiu, nesta quarta-feira, 17 de novembro, a uma apresentação sobre as particularidades e vantagens competitivas da Jebel Ali Free Zone Area (JAFZA). Chamou atenção a isenção de taxas sobre importações, exportações, re-exportações e até no imposto de renda pessoal. Também não há restrições para repatriação de capital ou para contratação de funcionários estrangeiros. Com esses atrativos, a administração de JAFZA busca se consolidar como grande polo internacional de negócios, atraindo indústrias para a região e explorando o potencial de Dubai como hub logístico para o Oriente Médio, Ásia e África.

 

Faisal Jassim, Head of Proactive Sales (Chefe de Vendas Proativas) da Jebel Ali Free Zone Area, também apontou que as empresas ali instaladas podem ajudar a quem deseja entrar no mercado da Índia, ainda muito desorganizado, segundo ele, quanto às operações de transportes. “Mantemos permanente colaboração com a Índia, um mercado consumidor fantástico. A logística em território indiano é desafiadora, mas nós entregaremos os seus produtos, basta que consigam os seus clientes”.

 

 

JAFZA ocupa uma área de 57 quilômetros quadrados e recebe a colaboração de mais de 7 mil empresas. Jassim explicou que o comando do empreendimento busca posiciona-lo como destino preferencial para realização de negócios, otimizando as cadeias de valores ali presentes e mantendo as melhores relações com entidades governamentais e diplomáticas de todo o mundo. A rede de serviços digitais de JAFZA também é bastante expressiva, abrangendo 99% de todos os serviços necessários para as operações, incluindo as cadeias de suprimentos.

 

Comitiva visita companhia instalada em JAFZA que atende às indústrias de café e chá

O dia de atividades teve continuidade com uma visita, dentro de ônibus executivos, às dependências do Porto de Jebel Ali. Após breve parada para o almoço, a comitiva prosseguiu com seus compromissos conhecendo as unidades de café e chá da DMCC. A companhia recebe grãos de todo o mundo, realiza blends e embala os produtos finais para comercialização. Instalada em JAFZA, desfruta do modelo de negócios oferecido pela zona livre e busca expandir suas operações.

 

“A Missão promovida pelo Brasil Export é um grande aprendizado. Além do networking que se intensifica, as boas práticas que vemos aqui no exterior com certeza levaremos de volta para o Brasil e tentaremos implementa-las da melhor forma”, disse Djalma Vilela, presidente da Multilog, na foto abaixo junto ao CEO do Brasil Export, Fabricio Julião.


Mais lidas


  Na última sexta-feira (08) o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP) recebeu, na sua sede, o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura (MInfra), Mario Povia.   Essa foi à primeira visita do secretário a entidade desde que assumiu a pasta, em maio deste ano, e […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais