SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Presidente da Qair visita Suape e conhece infraestrutura portuária para futuro projeto de hidrogênio verde

Presidente da Qair visita Suape e conhece infraestrutura portuária para futuro projeto de hidrogênio verde


Fonte: Complexo Industrial Portuário de Suape (29 de outubro de 2021 )
Empresa francesa está em negociação com o Governo de Pernambuco para instalação de uma planta de produção do insumo. Investimento pode chegar a R$ 20 bilhões

 

Em mais uma etapa do processo de negociação para instalação de uma planta de produção de hidrogênio verde (H²V) em Suape, a diretoria da estatal portuária recebeu, nesta quinta-feira (28), a visita de uma comitiva da Qair, liderada pelo chairman (presidente) da empresa francesa, Louis Blanchard. O grupo, também formado pelo diretor-executivo da Qair Brasil, Jorge Borrell; e pelo diretor de Operações, Gustavo Silva; esteve em Suape para conhecer a infraestrutura portuária e algumas áreas prováveis para instalação do empreendimento.

 

O projeto prevê a instalação de quatro conjuntos de eletrolisadores de água em áreas localizadas no complexo, em investimentos que podem chegar a R$ 20 bilhões nos próximos anos. A cúpula da Qair foi recepcionada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio; pelo diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão; e demais diretores da autarquia.

 

Após uma breve reunião, o grupo seguiu para a área portuária e percorreu o porto interno, em uma embarcação, para observar detalhes das operações portuárias do atracadouro pernambucano, o 4º maior em movimentação de cargas entre os portos públicos brasileiros. Após o fim da visita, os representantes da Qair retornaram para o Recife. O empreendimento, anunciado pelo governador Paulo Câmara, em julho passado, quando estiver consolidado, poderá se transformar no segundo maior da história do Estado.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, considerou a visita uma etapa importante para implantação da unidade de hidrogênio verde da Qair em Suape. “É um momento marcante para Pernambuco receber o chairman da empresa, que veio de fora do Brasil para visitar o porto. Ele vai estar no terreno para conhecer a área de implantação do projeto junto com a diretoria de Suape e os executivos que tomam conta da operação no país. É mais um passo que nos traz, cada dia mais, a certeza de que a gente verá esse grande empreendimento em breve. É um investimento de quase 4 bilhões de dólares em Suape, que vai gerar, também, investimentos em usinas eólicas e solares no interior de Pernambuco e, com isso, criando muitos empregos. O projeto vai virar realidade e, em pouco tempo, vamos ver essas obras serem iniciadas”, pontuou Geraldo Julio.

 

Com alto potencial para geração de energia sem emissão de gás carbônico, o hidrogênio verde é obtido a partir da usina de eletrólise, que separa o oxigênio e o hidrogênio da água. É chamado de verde porque a unidade que o produz funciona a partir de fontes de energia 100% renováveis. O H²V é insumo para muitas indústrias, principalmente no continente europeu, já existindo até como combustível para veículos. Também é usado para produzir amônia, um dos principais fertilizantes para o agronegócio, do qual o Brasil é um importante produtor mundial.

 

A planta em Pernambuco vai dispor dos processos combinados de eletrólise, bombeamento e liquefação, permitindo o envio do produto para longas distâncias, além da reforma de gás natural. “Esse projeto mostra a capacidade do Complexo de Suape e sua diversidade em abraçar empreendimentos de diversos segmentos. Estamos de olho no futuro, já que o hidrogênio verde é uma inovação mundial, tem grande potencial de investimento, sustentabilidade e desenvolvimento da economia verde”, pontuou o diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão, durante a visita da comitiva da Qair.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais