SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Em meio a crise logística mundial, Porto de Santos tem movimento recorde de contêineres

Em meio a crise logística mundial, Porto de Santos tem movimento recorde de contêineres


Fonte: Revista Globo Rural (29 de outubro de 2021 )
Crise logística mundial tem dificultado o transporte de contêineres (Foto: Divulgação/Revista Globo Rural)

 

Maior complexo portuário da América Latina, o porto de Santos bateu recorde de movimentação de contêineres no acumulado dos nove primeiros meses de 2021, com 3,6 milhões de TEU’s (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés). O volume é 19,6% superior ao de janeiro a setembro do ano passado e foi registrado em meio a uma crise logística mundial, com falta de contêineres no mercado. Só no mês de setembro foram 403,1 mil TEU’s, crescimento de 17% ante igual período do ano passado.

 

Com a paralisação de portos na América do Norte, Europa e Ásia, por conta de protocolos de segurança estabelecidos durante a pandemia de Covid-19, a circulação internacional de navios ficou comprometida e, consequentemente, a disponibilização de contêineres. No Porto de Santos, os terminais retroportuários têm registrado aumento no volume armazenado diante do cancelamento de embarques e atrasos nas escalas de navios.

 

Segundo a Santos Port Authority (SPA), que administra o porto, o “fluxo de navios reduziu em 1,6%, caracterizando a chegada a Santos de navios de maior porte com volumes maiores de carga”. Além do recorde na movimentação de contêineres, os terminais registraram crescimento no volume de fertilizantes e granéis sólidos e líquidos.

 

Ao todo, a movimentação acumulada de cargas no ano até setembro atingiu 112,8 milhões de toneladas no Porto de Santos, 2,5% acima do mesmo período do ano passado. As descargas somaram 32,7 milhões de toneladas, crescimento de 14,6%, e os embarques, 80,1 milhões de toneladas, redução de 1,8%.

 

Já no volume mensal registrado em setembro, houve queda de 2,6% na movimentação, para 11,9 milhões de toneladas. Embora as importações tenham registrado crescimento de 32,4%, com 4,0 milhões de toneladas, as exportações registraram queda de 14,2%, com 7,9 milhões de toneladas, “decorrente, principalmente, da diminuição dos embarques de açúcar.

 

Do total movimentado no ano, 5,8 milhões de toneladas foram de fertilizantes, avanço de 28,6% ante os nove primeiros meses de 2020. Só em setembro, foram 871.104 toneladas, crescimento de 77,1% na comparação com igual período do ano passado.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais