SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Bahia vai exportar cacau para os Emirados Árabes

Bahia vai exportar cacau para os Emirados Árabes


Fonte: ANBA (29 de outubro de 2021 )
Foto: DMCC

 

Dubai – Em seu último dia de agendas no exterior, o governador do estado da Bahia, Rui Costa (PT), visitou nesta quinta-feira (28) o centro de café do Dubai Multi Commodities Center (DMCC), zona franca especializada na importação e exportação de produtos agrícolas nos Emirados Árabes Unidos. Ele foi recebido pelo CEO da zona franca, Ahmed bin Sulayem, que fez um tour com o governador para que ele tenha uma ideia do que será o centro do cacau, a ser inaugurado na zona franca. Ao final da visita, Sulayem preparou cafés de diferentes tipos para o governador e sua delegação experimentarem. Na foto acima, Costa e Sulayem. 

 

Costa conheceu a unidade de processamento de café que compra, avalia, empacota e exporta café de várias partes do mundo. A DMCC pretende iniciar um centro de cacau com processo semelhante e tem muito interesse no cacau baiano, produzido em Ilhéus, após visita de Sulayem às fazendas baianas em setembro deste ano. Na ocasião, Sulayem visitou a sede da Câmara de Comércio Árabe Brasileira em São Paulo e foi assinado um acordo de entendimento entre as entidades.

 

“Nós produzimos o melhor cacau do Brasil e eles estão muito interessados em começar o processamento do cacau baiano. Vamos aproveitar e mandar para eles outros produtos, como algodão, castanha de caju e o café gourmet, que também têm muito potencial e são de extrema qualidade”, disse Costa. Ele contou que há pequenas produções e cooperativas de café especial na Bahia.

 

Alguns empresários integraram a comitiva do governador. Entre eles, o presidente da Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa), Luis Carlos Bergamashi, apresentou o algodão produzido no oeste da Bahia.

 

Sulayem disse que a primeira amêndoa de cacau a ser processada no futuro centro de cacau da DMCC será baiana. “Estive em Ilhéus e conheci o sistema cabruca de plantação, que é incrível. Contamos com a Bahia para essa parceria comercial com o cacau”, declarou.

 

O centro reúne sacas de café de diversas regiões produtoras do mundo, inclusive do Brasil, que além das sacas padrão, que contêm 60 quilogramas de café verde, Sulayem informou que é o único país que envia sacas de uma tonelada, facilitando a logística de grandes volumes. O centro abriga ainda duas empresas brasileiras de café, a Gostoso Coffee e a Três Marias Coffee, que produz café instantâneo com grãos especiais.

 

A missão internacional do governador da Bahia começou no dia 18 de outubro e passou pela Alemanha, Cazaquistão, República Tcheca e está sendo encerrada nos Emirados Árabes Unidos, onde chegaram na segund-feira (25) e retornam ao Brasil nesta sexta (29). A Câmara Árabe facilitou o encontro e participaram da visita o presidente Osmar Chohfi, o secretário-geral Tamer Mansour, o chefe do escritório internacional em Dubai Rafael Solimeo, a gerente de Relações Institucionais Fernanda Baltazar e o executivo de negócios internacionais, Noury Dweidary.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais