SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Santos Brasil reduz geração de resíduos orgânicos

Santos Brasil reduz geração de resíduos orgânicos


Fonte: Portos e Navios (27 de outubro de 2021 )
Biodigestor foi instalado no Tecon Santos e em pouco mais de um mês transformou cerca de 5 toneladas de resíduos em água destinada para reuso

 

A Santos Brasil instalou no Tecon Santos um biodigestor para tratar e reduzir resíduos orgânicos. O equipamento, destinado a resíduos alimentares, foi posicionado ao lado do refeitório do terminal portuário, unidade onde trabalham cerca de 1,8 mil funcionários, com o objetivo de eliminar os resíduos alimentares por meio de um composto biológico.

 

O sistema realiza a digestão aeróbica acelerada de 100% de todo o material orgânico descartado, seja do preparo de receitas ou sobras do que não foi consumido. O resultado desse processo é a modificação dos resíduos sólidos para um composto líquido ou água cinza, que pode ser descartada no esgoto sanitário, mas que, para a Santos Brasil, ganha outro destino: a estação de tratamento do Tecon Santos. A partir daí, a água cinza se torna água de reuso, podendo ser destinada para a limpeza de pátios e equipamentos utilizados no terminal.

 

Desde sua instalação, no primeiro dia de setembro, o biodigestor já tratou cerca de cinco toneladas de restos orgânicos que antes seriam destinados para descarte em aterros sanitários. Isso significa não só a eliminação na destinação de resíduos orgânicos, como também, em menos trânsito de carretas que carregariam esses restos do terminal para os aterros, economia de combustível e água.

 

As metas da Santos Brasil para 2024 preveem a redução de 30% no consumo de água e 15% na emissão de gases de efeito estufa (GEE). As metas foram definidas com base nas reduções alcançadas nos últimos três anos e nas iniciativas que têm sido adotadas para mitigar o impacto de suas operações no meio ambiente. Em 2020, a Santos Brasil registrou redução de 12% na emissão de CO2, 8,5% no consumo de água, e 19% na geração de resíduos em relação a 2019.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais