SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Copersucar avalia que produtividade dos canaviais do Brasil pode dobrar com pesquisas

Copersucar avalia que produtividade dos canaviais do Brasil pode dobrar com pesquisas


Fonte: Moneytimes (26 de outubro de 2021 )
O presidente do Conselho de Administração da Copersucar, disse que o setor precisa investir em ganhos de produtividade para atender a grande demanda global por alimentos e combustíveis renováveis (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

 

Com investimentos em pesquisas, o Brasil poderia dobrar a produtividade de seu canavial em um período de 15 a 20 anos, e o país está nesta direção, disse nesta segunda-feira Luis Roberto Pogetti, presidente do Conselho de Administração da Copersucar, da Alvean e do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC).

 

Em palestra na Conferência Internacional Datagro sobre Açúcar e Etanol, Pogetti disse que o setor precisa investir em ganhos de produtividade para atender a grande demanda global por alimentos e combustíveis renováveis.

 

E acrescentou que o segmento está fazendo isso, citando pesquisas do CTC, nas áreas de biotecnologia e em melhorias no manejo das lavouras de cana-de-açúcar.

 

“O Brasil poderia dobrar a sua produtividade, poderíamos produzir o dobro na mesma área”, disse ele.

 


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais