SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Algodão: preços sobem no Brasil e rentabilidade supera soja

Algodão: preços sobem no Brasil e rentabilidade supera soja


Fonte: Canal Rural (7 de outubro de 2021 )

Sustentadas pela paridade de exportação, as cotações do algodão no mercado doméstico seguem em ascensão e já garantem margens de rentabilidade superiores às de soja e milho. A avaliação é do analista da Safras & Mercado, Élcio Bento.

 

Tomando como referência o estado do Mato Grosso, o preço de fechamento de hoje (pluma + caroço) cobriria o custo total de produção e garantiria uma rentabilidade de 57%, contra 43% da soja e 39% do milho. Ainda em relação aos preços, a atual volatilidade tem resultado num posicionamento retraído de ambas as pontas do mercado.

 

A indústria, ainda num ambiente de incertezas econômicas, tem se mostrado reticente em aceitar a abrupta alta do preço da matéria-prima. Os vendedores, por sua vez, olham para a paridade de exportação e, sabendo da redução de oferta interna, seguem pouco flexíveis em suas pedidas.

 

A indicação média no CIF do polo industrial paulista ficou em R$ 5,88/libra-peso, com elevação de 2,3% em relação ao dia anterior. No FOB exportação do porto de Santos/SP o produto brasileiro encerrou com alta de 2,2% em relação ao dia anterior, cotado a 105,44 cents de dólar por libra-peso (c/lb). Ante ao contrato de maior liquidez (dezembro/21) negociado na Ice Futures US, a pluma brasileira é cotada a um valor 5,1% inferior, contra 5,3% abaixo do fechamento anterior. Há uma semana e a um mês era 3,3% inferior e 9,5% superior, respectivamente.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais