SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   CDRJ atinge lucro de 179,1 milhões no 1º semestre

CDRJ atinge lucro de 179,1 milhões no 1º semestre


Fonte: CDRJ (4 de outubro de 2021 )

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária que administra os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, encerrou o primeiro semestre de 2021 com um lucro líquido de R$179,1 milhões. Trata-se de um marco diferenciado no desempenho para a empresa, que têm registrado recordes históricos de faturamento ao longo do últimos meses, com base na eficiência da governança e melhoria na performance operacional da Empresa.

 

O expressivo crescimento da receita alcançou a cifra de R$514,6 milhões em junho, 63% maior quando comparado ao mesmo período de 2020 (R$ 314,9 milhões). Tal resultado decorre do aumento na movimentação nos Portos, em especial, com o aumento do volume de movimentação e estabilidade do preço do minério de ferro.

 

A alta no faturamento combinada com a efetividade na gestão do fluxo de caixa possibilitou o encerramento do primeiro semestre de 2021 com disponibilidades que ultrapassaram a marca de R$ 186 milhões, conferindo maior credibilidade da empresa no mercado e ampliando os horizontes com a retomada de investimentos nos portos com recursos próprios.

 

Outro grande avanço que merece destaque no período diz respeito à gestão tributária da Companhia. Com apoio de consultoria especializada, a CDRJ regularizou débitos junto à Secretaria da Receita Federal após revisão na apuração dos tributos devidos, recolheu tributos aos cofres do Tesouro e efetuou aproveitamento de relevantes créditos tributários, gerando grande economia para a CDRJ.

 

A melhoria da performance financeira da Companhia pode ser constatada com base em resultados inéditos dos indicadores como, por exemplo, o índice de liquidez corrente, utilizado para mensurar a capacidade de uma empresa honrar com suas dívidas de curto prazo. Este índice passou de 0,47 em dezembro de 2020 para 1,17 ao final do primeiro semestre de 2021. Como regra geral, uma liquidez corrente acima de 1 significa que a empresa possui capacidade de pagar todos os seus passivos de curto prazo com sobra de recursos, enquanto que indicadores inferiores a 1 mostram um grande risco de insolvência, realidade vivida por muitos anos pela CDRJ.

 

Por fim, cabe destacar que a Companhia alcançou um EBITDA na ordem de R$ 272 milhões até junho de 2021, 5340% maior do que os R$ 5 milhões obtidos em junho de 2020.

 

Os números apurados ao final do semestre são ainda mais importantes e significativos quando consideramos que todos os compromissos financeiros têm sido honrados tempestivamente e que a visão prospectiva no que diz respeito ao desempenho operacional, faturamento e fluxo de caixa é bastante promissora.


Mais lidas


Trabalhar no Porto de Santos é o sonho de muitos estudantes e profissionais. Oportunidades não faltam! Afinal, são várias empresas que atuam nos quase 8 milhões de m² do maior porto da América Latina.   Com toda essa estrutura, logística e evolução tecnológica, as empresas vêm exigindo cada vez mais profissionais altamente qualificados e capacitados. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais