SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Prejuízos nos EUA elevam prêmio pela soja no Brasil

Prejuízos nos EUA elevam prêmio pela soja no Brasil


Fonte: Valor Econômico (21 de setembro de 2021 )

Com a passagem do furacão Ida pelos Estados Unidos, que provocou sérios danos às instalações portuárias das tradings no Golfo do México, principal canal exportador de grãos americanos, os prêmios pela soja nos portos brasileiros dispararam.

 

Segundo levantamento da consultoria T&F, no porto de Paranaguá (PR), o prêmio subiu 228,8%, passando de US$ 0,73 por bushel, no dia 23 de agosto (data de chegada do furacão), para US$ 2,40 por bushel na sexta-feira passada. No porto de Rio Grande (RS), o aumento foi de 972%, de US$ 0,18 bushel para US$ 1,93. E, em Santos (SP), com o aumento de 1.261,1%, o prêmio passou de US$ 0,18 para US$ 2,45 por bushel.

 

Com a demanda americana caindo a zero no porto de New Orleans, as cotações também recuaram na bolsa de Chicago. Segundo o analista Luiz Pacheco, da T&F, a elevação dos prêmios nos portos brasileiros apenas compensou a desvalorização em Chicago, sem melhorar significativamente os preços recebidos pelos vendedores brasileiros.

 

O problema, afirma ele, é que grande parte do volume que está sendo negociado agora no Brasil para exportação seria destinada ao esmagamento interno, como já vinha acontecendo. “Com menor disponibilidade, a indústria teve que reduzir a produção de farelo e, consequentemente, o preço deverá subir”, diz Pacheco.

 

De acordo com levantamento realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP), os prêmios pagos para a exportação no Brasil são os mais altos desde novembro de 2018. No porto de Paranaguá (PR), também segundo as informações do Cepea, os prêmios do farelo de soja estão em seus patamares mais elevados desde agosto de 2014, a US$ 52 por bushel.

 

Como resultado, os indicadores de preço do Cepea no Paraná avançaram nos últimos dias. A referência para o porto de Paranaguá encerrou ontem a R$ 173,64 a saca de 60 quilos, um aumento mensal de 4%. O indicador para o Estado ficou em R$ 170,18 a saca (elevação de 3,5%).


Mais lidas


Trabalhar no Porto de Santos é o sonho de muitos estudantes e profissionais. Oportunidades não faltam! Afinal, são várias empresas que atuam nos quase 8 milhões de m² do maior porto da América Latina.   Com toda essa estrutura, logística e evolução tecnológica, as empresas vêm exigindo cada vez mais profissionais altamente qualificados e capacitados. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais