SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   ANTAQ institui Grupo Técnico para acompanhar assuntos relacionados à IMO

ANTAQ institui Grupo Técnico para acompanhar assuntos relacionados à IMO


Fonte: ANTAQ (20 de setembro de 2021 )
O grupo de trabalho irá analisar documentos e acompanhar a discussão de temas da Organização Marítima Internacional (IMO) – Foto: ANTAQ

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ instituiu Grupo Técnico (GT) para acompanhar discussões no âmbito da Organização Marítima Internacional (IMO) e auxiliar a Agência nas decisões e posicionamentos institucionais com relação aos assuntos tratados por aquela organização. Trata-se, na verdade, de uma atualização da composição do GT. A Portaria com a nova composição foi publicada nesta quinta-feira (16) na Seção 2 do Diário Oficial da União.

 

A IMO é uma agência da estrutura da ONU que visa a fornecer mecanismos de cooperação entre governos e estabelecer padrões internacionais de segurança marítima e eficiência da navegação, bem como padrões de prevenção e controle da poluição marítima causada por navios.

 

Cabe à Marinha do Brasil representar o país no organismo, e à ANTAQ participar ativamente apoiando a Marinha brasileira em comitês técnicos, como o Comitê de Segurança Marítima (MSC); Comitê de Facilitação (FAL); Comitê de Cooperação Técnica (TC); e Comitê de Proteção ao Meio Ambiente Marinho (MEPC).

 

O GT poderá ainda atuar em assuntos de outros comitês e subcomitês da IMO, bem como prestar apoio técnico aos membros representantes da ANTAQ nos assuntos da Comissão Coordenadora dos Assuntos da Organização Marítima Internacional (CCA-IMO) e da Representação Permanente Brasileira em Londres (RPB-IMO).

 

Composição

O GT passa a ser composto pelos seguintes membros titulares e suplentes:

  • Aretta de Andrade Gomes (titular), lotada na Coordenadoria de Relações Internacionais (CRI), e Alexandre Dalfior de Figueiredo  (suplente), lotado na Assessoria de Relações Institucionais (ARI), responsáveis pela coordenação dos trabalhos e pelo acompanhamento, relacionamento e assessoramento institucional relativos aos assuntos da IMO;
  • Sérgio Oliveira (titular) e Pedro Fonseca (suplente), ambos lotados na Gerência de Regulação da Navegação Marítima (GRM), responsáveis pelos assuntos relacionados com o Comitê de Segurança Marítima (MSC);
  • Lívia Lara (titular), lotada na Assessoria Técnica (DR), e Dimas Soares (suplente), lotado na Gerência de Regulação Portuária (GRP), responsáveis pelos assuntos relacionados com o Comitê de Facilitação (FAL);
  • Ana Higa (titular) e Arthur Felip Il Pak (suplente), ambos lotados na Gerência de Desenvolvimento e Estudos (GDE), responsáveis pelos assuntos relacionados com o Comitê de Cooperação Técnica (TC);
  • Alessandro Bearzi (titular) e Maria Luiza Gusmão (suplente), ambos lotados na Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade (GMS), responsáveis pelos assuntos relacionados com o Comitê de Proteção ao Meio Ambiente Marinho (MEPC); e
  • Jonas Santos Filho (titular) e Marcel Oliveira (suplente), ambos lotados na Unidade Regional do Rio de Janeiro – URERJ, responsáveis pela representação local e participação nos assuntos tratados pela Secretaria Executiva da Comissão Coordenadora dos Assuntos da IMO – SECIMO, no Rio de Janeiro/RJ.

Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais