SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Milho e soja recuam por preocupação com exportações dos EUA após furacão Ida

Milho e soja recuam por preocupação com exportações dos EUA após furacão Ida


Fonte: Moneytimes (2 de setembro de 2021 )
O contrato novembro da soja fechou em queda de 14,75 centavos de dólar, a 12,7775 dólares o bushel (Imagem: Pixabay)

 

Os contratos futuros do milho negociados nos Estados Unidos recuaram cerca de 2% nesta quarta-feira, com o contrato dezembro atingindo uma mínima de sete semanas, à medida que preocupações com atrasos nos embarques na Costa do Golfo dos EUA desencadearam uma rodada de liquidação de posições compradas, disseram analistas.

 

Os futuros da soja tocaram a mínima em dois meses, e o trigo também seguiu a tendência de mercado.

 

Os fundos de commodities mantêm posições compradas líquidas nos futuros de milho e soja negociados em Chicago, o que deixa ambos os mercados vulneráveis a liquidações.

O milho para dezembro fechou em queda de 11,50 centavos de dólar, a 5,2275 dólares por bushel, após recuar para 5,1825 dólares, mínima do contrato desde 12 de julho.

 

O contrato da soja fechou em queda de 14,75 centavos de dólar, a 12,7775 dólares o bushel, depois de atingir 12,70 dólares, menor patamar desde 28 de junho.

 

Já o trigo para dezembro recuou 8 centavos de dólar, a 7,1425 dólares/bushel.

 

Carregadores de grãos na Costa do Golfo dos EUA relataram nesta quarta-feira mais danos causados pelo furacão Ida a seus terminais, com a Cargill confirmando danos a uma segunda instalação enquanto cortes de energia no sul da Louisiana mantiveram todas as outras fechadas.

 

Os futuros do milho recuaram pelo terceiro dia seguido diante de receios de que os problemas pudessem afetar as exportações através do porto de grãos mais movimentado dos EUA, em momento em que a colheita de outono (no Hemisfério Norte) se aproxima.

 

“As vendas ligadas ao Ida nesta semana acabaram desencadeando vendas relacionadas aos gráficos no setor de grãos e oleaginosas, já que o ímpeto continua negativo”, disse Arlan Suderman, economista-chefe de commodities da StoneX.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais