SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   As exportações da UE para a Grã-Bretanha aumentaram em junho, uma vez que caíram com o resto do mundo

As exportações da UE para a Grã-Bretanha aumentaram em junho, uma vez que caíram com o resto do mundo


Fonte: Reuters (13 de agosto de 2021 )

BRUXELAS, 13 de agosto (Reuters) – As exportações da União Europeia para a Grã-Bretanha aumentaram em junho, após um início volátil do primeiro ano fora do mercado único do país, enquanto as exportações do bloco para o resto do mundo caíram ligeiramente no mesmo mês.

 

O escritório de estatísticas da UE, Eurostat, disse na sexta-feira que as exportações com ajuste sazonal para a Grã-Bretanha aumentaram 4,7% em junho no mês, enquanto as importações do Reino Unido ficaram “quase inalteradas”.

 

O crescimento da UE nas exportações para a Grã-Bretanha coincidiu com uma queda de 0,6% nas exportações do bloco para o resto do mundo no mês, disse o Eurostat.

 

O aumento mês a mês nas exportações para a Grã-Bretanha seguiu uma queda, aumento e segunda queda no início deste ano, que também foram registradas nas importações, à medida que as empresas se adaptaram às novas exigências comerciais após o Brexit. O comércio da UE com o resto do mundo permaneceu praticamente estável na primeira metade do ano.

 

No ano, dados não ajustados mostraram que o bloco de 27 países registrou aumento de 22,3% nas exportações em junho, para um volume total de 188,3 bilhões de euros (US $ 221,1 bilhões), e aumento de 29,6% nas importações, resultando em superávit comercial de 14,8 bilhões de euros, abaixo dos 20 bilhões de euros em junho de 2020.

 

A menor zona do euro, que compreende 19 dos 27 membros da UE, registrou um aumento de quase 22% nas exportações e um aumento de quase 17% nas importações no mês, o que resultou em um superávit de 18,1 bilhões de euros em junho de 7,5 bilhões de euros em maio . Em junho de 2020, o superávit da zona do euro era de 20 bilhões de euros.

 

COMÉRCIO COM A GRÃ-BRETANHA

No primeiro semestre do ano, as importações de bens da Grã-Bretanha pela UE ficaram quase 20% abaixo dos níveis do mesmo período de 2020 e, em junho e maio, também foram menores do que os volumes registrados no final do ano passado, mostraram os dados do Eurostat.

 

Os números estão em desacordo com os dados divulgados na quinta-feira pelo UK Office for National Statistics (ONS), que mostrou que as exportações britânicas para a União Europeia em maio e junho excederam seus níveis imediatamente antes de deixarem o mercado único no início deste ano, excluindo comércio volátil de metais preciosos.

 

A discrepância se deve em parte a uma mudança na forma como o Eurostat calcula o comércio com a Grã-Bretanha após o Brexit.

 

Quando a Grã-Bretanha ainda fazia parte do mercado único da UE, todos os bens que se mudaram da Grã-Bretanha para um estado membro da UE eram tratados como exportações britânicas.

 

Mas, desde o início do ano, produtos originários de fora da Grã-Bretanha – por exemplo, produtos feitos na China que são enviados para a Grã-Bretanha e depois para a Holanda – agora são tratados como importações da China, e não da Grã-Bretanha.

 

“As estatísticas que o Eurostat publica para 2021 não estão na mesma base das estatísticas dos anos anteriores”, disse o ONS no mês passado.

 

“As maiores quedas vistas nos dados do Eurostat ao longo deste período refletirão não apenas as mudanças no comércio, mas também o fato de que as importações estão sendo registradas como sendo de países diferentes do que antes”, acrescentou.

 

O Eurostat concordou com esta interpretação dos seus dados.

 

Em parte devido a essa mudança na metodologia, os números não ajustados sazonalmente publicados pelo Eurostat na sexta-feira mostraram que os países da UE importaram da Grã-Bretanha no período de janeiro a junho mercadorias no valor de 65,9 bilhões de euros, 18,2% menos do que as importações registradas no mesmo período do ano passado.

 

Em vez disso, as exportações aumentaram 5,5%, levando a um superávit comercial da UE com a Grã-Bretanha de 69,6 bilhões de euros em junho, disse o Eurostat.

 

Os dados do Eurostat mostram que em junho a UE importou da Grã-Bretanha mercadorias no valor de 12,6 bilhões de euros e em maio 11,5 bilhões de euros, abaixo das importações no valor de mais de 15 bilhões de euros em cada mês do último trimestre de 2020.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais