SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Uvebs se mobiliza em prol da ligação seca entre Santos e Guarujá

Uvebs se mobiliza em prol da ligação seca entre Santos e Guarujá


Fonte: Diário do Litoral (12 de agosto de 2021 )
A estratégia é aprovar moções de apoio à resolução deste impasse secular, dando suporte à construção de um túnel para ligar as duas cidades – Foto: Nair Bueno/DL

 

A União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs) iniciou sua articulação política efetiva em prol da construção de uma ligação seca entre Santos e Guarujá. A estratégia é aprovar moções de apoio à resolução deste impasse secular, dando suporte à construção de um túnel para ligar as duas cidades. A aprovação da Moção 48/21 pela Câmara Municipal de Guarujá, na terça-feira, dia 10, deu o start nesta empreitada. Neste município, a proposta foi apresentada pelo vereador Toninho Salgado (PSD), membro da diretoria do colegiado. O mesmo trabalho deve ser levado ao plenário das outras oito câmaras da Região.

 

De acordo com o texto apresentado, a Uvebs defende a ligação seca como uma solução para mobilidade urbana que pode “melhorar a qualidade de vida do cidadão, trazer desenvolvimento econômico e modernidade”.

 

Atualmente, estima-se que cerca de 35 mil pessoas realizam a travessia entre as cidades. “Hoje, essas pessoas precisam escolher entre percorrer o trajeto de 500 metros por meio da travessia de balsas, que por vezes, leva horas, dependendo das condições climáticas, ou percorrer mais de 30 quilômetros pela Rodovia Cônego Domênico Rangoni para acessar a cidade vizinha, o que aumenta o custo e tempo da viagem”, comentou o presidente da Uvebs, Roberto Andrade e Silva, o Betinho.

 

O colegiado defende a construção do Túnel Imerso, pois entende que o modal  é a melhor alternativa. “De acordo com a proposta, a travessia levará menos de 5 minutos,  percorrendo 1,7 km em um sistema de mobilidade urbana eficiente.  Serão três pistas para veículos (leves e pesados), área para o VLT, e faixas para pedestres e ciclovias, considerando a realidade da Região, na qual 1 milhão de pessoas declararam usar a bicicleta para se locomover”.

 

Além disso, o modal tem vantagem sobre a ponte, pois vem para solucionar a questão sem interferir no desenvolvimento do Porto de Santos, o maior da América Latina. “O foco no desenvolvimento econômico, o crescimento na movimentação do Porto de Santos e sua maior expansão provoca a reflexão de como não atrapalhar a chegada dos grandes navios e precisamos estar preparados para isso liberando o calado aéreo, sem gabarito restritivo”, ressaltou.

 

A Moção de Apoio à ligação seca entre Santos e Guarujá deve ser apresentada na Câmara de Santos nos próximos dias. Em seguida, vai ao plenário das demais casas legislativas da Baixada Santista.


Mais lidas


  Na manhã desta quarta-feira (18), o Sopesp (Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo) recebeu em sua sede a visita do desembargador federal, Celso Ricardo Peel Furtado, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.   O magistrado foi recebido com um café da manhã pelo presidente da entidade, Régis Prunzel, acompanhado […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais