SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Porto de Aveiro focado na transição energética e em tornar-se ‘Green & Smart’

Porto de Aveiro focado na transição energética e em tornar-se ‘Green & Smart’


Fonte: Revista Cargo (8 de abril de 2021 )

 

O Porto de Aveiro comemorou, no último dia 3 de abril, 213 anos de existência – o rumo, explicou a presidente do Conselho de Administração, é a transformação da infraestrutura num complexo portuário Green & Smart, dando seguimento à transição energética iniciada.

 

Assim, o próximo triênio será pautado pelo compromisso de transição energética e de digitalização, conduzindo o porto a uma condição de porto inteligente e ecológico – a materialização de um futuro mais sustentável. Neste contexto, explicou Fátima Alves, a Zona de Atividades Logísticas e Industriais assume um papel estratégico vital, sendo a maior aposta para a expansão do porto.

 

Porto de Aveiro: ZALI será primeira zona industrial de carbono zero em 2050
A ambição, adiantou Fátima Alves, é fazer da a ZALI a primeira zona industrial de carbono zero em 2050, para além de intensificar o investimento privado, reforço das exportações e a criação de novos postos de trabalho. A ZALI disponibiliza 14 parcelas a infraestrutura, de primeira e segunda linha de cais, permitindo ter uma oferta ímpar no território português, com 73 hectares dotados de ligações marítimo-ferroviárias e condições de maior competitividade, incluindo cais privativos. A captação de navios de maior dimensão é igualmente fundamental.

 

O porto tem a ambição de continuar os planos de preparação para dar resposta completa à necessidade de receber navios de maior dimensão e boca, bem como adensar ainda mais a segurança e fiabilidade dos serviços prestados. Um ano depois da crise pandêmica, surgem já indicadores positivos na atividade do porto aveirense: o ano de 2021 arrancou com uma movimentação de mercadorias cifradas nos 545 mil toneladas: nada mais nada menos que o Janeiro com maior crescimento de sempre na infraestrutura portuária aveirense.

 

“Os próximos meses geram ainda incerteza face ao contexto da pandemia global, mas estamos otimistas que vamos conseguir, para cumprir o desígnio de desenvolvimento e crescimento com todos os parceiros e atores da comunidade portuária”, comentou a presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro.

 

Recorde-se que os eixos dos investimentos prioritários para a próxima década passam pela melhoria das condições de navegabilidade, o reforço da conectividade marítimo ferroviária e a capacitação da Zona de Atividades Logísticas e Industriais (ZALI).


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais