SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Janela Única Aquaviária simplificará procedimentos e reduzirá a burocracia

Janela Única Aquaviária simplificará procedimentos e reduzirá a burocracia


Fonte: Governo do Brasil (30 de março de 2021 )
O Janela Única Aquaviária integrará o Porto Sem Papel ao Portal Único de Comércio Exterior – Foto: Agência Brasil

 

Para simplificar o fluxo logístico das operações de comércio exterior feitas pelo modal aquaviário, será implantado o projeto Janela Única Aquaviária. O projeto reduzirá a burocracia e os custos, racionalizará processos e aumentará a competitividade do comércio exterior brasileiro.

 

O Janela Única Aquaviária integrará o Porto Sem Papel, do Ministério da Infraestrutura, ao Portal Único de Comércio Exterior, do Ministério da Economia, eliminando redundâncias entre os dois sistemas e reduzindo o tempo dos processos e a burocracia para dar mais previsibilidade e segurança aos usuários.

 

Quando o projeto estiver totalmente implantado, o que deve ocorrer em 2023, estima-se uma economia de R$ 10 bilhões anuais para os operadores logísticos e de comércio exterior.

 

Integração
O Porto sem Papel é o sistema que traz a anuência da operação das embarcações nos portos brasileiros. E o Portal Único de Comércio Exterior faz a questão aduaneira, tratando a carga sob o olhar do comércio exterior.

 

“Buscamos a integração desses sistemas trazendo uma redução de custos, uma redução de ineficiências, de redundâncias, em benefício da cadeia logística, do comércio exterior. Isso vai trazer, sem dúvida alguma, uma potencialização, uma eficiência maior na operação de comércio exterior”, explicou o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, do Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni.

 

O secretário de Comércio Exterior substituto, do Ministério da Economia, Leonardo Diniz, destacou a importância de reduzir a burocracia. “A burocracia custa mais até do que, por exemplo, a média da tarifa de importação aplicada sobre os produtos importados pelo país. Ou seja, o custo da burocracia é maior até que o imposto de importação que incide sobre as operações.”

 

Etapas
Para que o projeto possa promover a melhoria do ambiente de negócios e atração de investimentos, o Janela Única Aquaviária será implantado em etapas progressivas.

 

O primeiro passo, se dará neste ano, com o mapeamento e o redesenho dos processos de carga e trânsito aquaviário, em parceria com o setor privado. A previsão é de que a Janela Única Aquaviária esteja totalmente implantada até 2023.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais