SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   MInfra reforça agenda contra a corrupção em debate com a CGU

MInfra reforça agenda contra a corrupção em debate com a CGU


Fonte: Ministério da Infraestrutura (25 de março de 2021 )

 

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, destacou nesta quarta-feira (24) a ousadia e o compromisso da pasta com o combate à corrupção ao criar uma área específica de integridade profissional. A declaração ocorreu no encerramento do Circuito Radar Anticorrupção, promovido pela Subsecretaria de Conformidade e Integridade do MInfra e com participação do ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosario.

 

“Criar uma área de integridade, sem dúvida, é uma ousadia na gestão pública. O MInfra se transformou em referência no combate à corrupção, com a conscientização dos atores envolvidos na gestão pública e tolerância zero com desvios éticos. É um compromisso nosso em manter esse trabalho”, afirmou.

 

Responsável pela abertura do evento, o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, apontou a agenda da integridade desde 2019 como uma das prioridades da pasta. “Temos o maior orçamento discricionário da Esplanada e é nossa responsabilidade sermos referência na sua gestão dentro dos princípios éticos e de boas práticas”, afirmou.

 

“Estaremos sempre juntos com a nossa alta administração implantando boas práticas e passando uma mensagem de mudança de cultura. Nosso objetivo é tornar nosso ministério um protagonista na temática de combate à corrupção”, declarou a subsecretária de Conformidade e Integridade do MInfra, Fernanda Costa de Oliveira.

 

Capacitação – A primeira apresentação foi feita pelo secretário federal de Controle Interno (SFC), Antonio Carlos Bezerra Leonel, que mostrou um panorama de diretrizes formuladas pela CGU para capacitar líderes e suas respectivas equipes sobre como detectar e prevenir ações de corrupção dentro de princípios éticos e de boas práticas.

 

Logo depois, o diretor de Promoção da Integridade da CGU, Pedro Ruske, falou sobre a importância do programa de integridade e seu propósito de promover a mudança de cultura nas gestões, sobretudo na relação público-privada, a qual deve ser pautada na confiança e conscientização de seus integrantes.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais