SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   ADM prevê soja 100% rastreada na América do Sul até 2022

ADM prevê soja 100% rastreada na América do Sul até 2022


Fonte: Valor Econômico (19 de março de 2021 )

Até o fim de 2022, a Archer Daniels-Midland (ADM) pretende rastrear toda a soja que compra na América do Sul. A multinacional americana, uma das maiores empresas de agronegócios do mundo, perseguirá a meta em meio a sucessivos recordes de originação de grãos no Brasil.

 

Segundo Ray Young, diretor financeiro da companhia, o objetivo é rastrear toda a soja originada no continente, inclusive a que é comprada de terceiros. Com o rastreamento, diz o executivo, a ADM pode estimular os agricultores da América do Sul a adotar práticas sustentáveis. “Esse é o tipo de papel que nós desempenhamos ao encorajar boas práticas de produção”, afirmou Young em evento virtual organizado pelo jornal “Financial Times”.

 

Em 2020, a originação de soja e milho da ADM no Brasil bateu recorde pelo terceiro ano seguido, segundo a empresa, que não informou os volumes movimentados. A originação das duas commodities cresceu 7% no país, segundo comunicado distribuído em janeiro. A soja, com alta de 14%, dominou o avanço.

 

Os esforços da ADM em sustentabilidade incluíram sua adesão à Moratória da Soja, na qual empresas associadas à Associação Brasileira das Indústrias Óleos Vegetais (Abiove) e à Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) assumiram o compromisso de não comercializar a oleaginosa produzida em áreas desmatadas do Bioma Amazônico. Em 2021, a Moratória da Soja completa 15 anos.

 

A ADM tem reduzido paulatinamente o peso que as commodities agrícolas a granel têm para suas operações e, em paralelo, ampliado a fabricação de alimentos com margens mais altas. Segundo Young, a empresa espera que, até 2050, a unidade de nutrição, que inclui o segmento de proteínas à base de plantas, seja tão grande quanto o tradicional negócio de compra e embarque de produtos agrícolas – ou até maior que ele.

 

Hoje, a divisão de nutrição é a que cresce com mais rapidez na companhia, afirma o executivo. Em 2020, as receitas totais da ADM cresceram 7,44%, para US$ 64,36 bilhões. O lucro líquido, por sua vez, subiu 28,5%, a US$ 1,77 bilhão. “Com base em nossos planos atuais de crescimento orgânico, esperamos sólidos aumentos de receita e lucro com nutrição em 2021 ”, diz a empresa em seu balanço financeiro do ano passado, publicado em janeiro.

 

As pesquisas sobre fontes e modelos de produção mais sustentáveis são reflexo das projeções que a empresa faz para daqui a três décadas, afirma Young. “A população global vai crescer, e não podemos depender de proteínas animais no futuro, já que os animais ruminantes são responsáveis por 15% a 20% das emissões de poluentes no mundo”, disse.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais