SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Simulado de combate a derramamento de óleo

Simulado de combate a derramamento de óleo


Fonte: CODESA (16 de março de 2021 )

Na próxima quarta-feira (17), o Porto de Vitória realizará simulado prático de verão de combate a derramamento de óleo na baía de Vitória. O treinamento será em conjunto com a empresa contratada Brasbunker. Um dia antes (16), será dado treinamento teórico sobre a definição de cenários possíveis de acidentes ambientais. O exercício está sendo organizado pela Coordenação de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho (COMAST) da CODESA.

 

De acordo com o engenheiro da Comast, Márcio Suzuki, a CODESA está preparada para atuar em casos de emergência com equipamentos, mão de obra preparada e constante revisão dos protocolos de segurança. “Temos contrato junto à Brasbunker para acionamento e combate de emergências ambientais, sendo que duas vezes por ano são realizados simulados para verificar se os protocolos são eficientes e o nível de preparo das equipes”, explica.

 

Em caso de acidente, a resposta rápida e eficaz causa menos danos ambiental. No Porto de Vitória, segundo Suzuki, em situações emergências a equipe tem que chegar ao local em até 30 minutos e com o tempo máximo de até duas horas, após o acionamento, para adoção de medidas. A Brasbunker conta com uma base na Enseada do Suá, próximo à Capitania dos Portos de Vitória, com embarcações e equipes em regime de prontidão. Além disso, contêineres com os materiais utilizados nas emergências estão dispostos no Cais Comercial de Vitória.

 

A CODESA possui equipamentos próprios para uso em caso de necessidade: 01 motobomba, 01 recolhedor de óleo, 750m de barreiras de contenção, 750m de barreiras absorventes, 1500 mantas de absorção de óleo, 100 kg de material absorvente etc. O contrato com a Brasbunker prevê a disponibilização ao Porto de Vitória dos mesmos tipos de materiais, dobrando assim a capacidade de atendimento.

 

A gerente do contrato da CODESA com a Brasbunker é a técnica portuária Jéssica Broetto Zambaldi. O coordenador da COMAST é Eduardo Baldessin Barbosa.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais