SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Agricultura e produção de madeira lideram derrubada de mais de 60% das áreas originais de floresta, diz estudo

Agricultura e produção de madeira lideram derrubada de mais de 60% das áreas originais de floresta, diz estudo


Fonte: Valor Econômico (9 de março de 2021 )

A derrubada de matas para produzir madeira e converter as áreas principalmente para a agricultura foi a causa da destruição de 34% da cobertura original das florestas tropicais no mundo, segundo relatório da organização não-governamental Rainforest Foundation Norway divulgado nesta segunda-feira. Ao todo, a atividade humana foi a responsável pela destruição de cerca de dois terços das coberturas originais, já que outros 30% desapareceram por causa da degradação das terras, que as deixou mais suscetível a incêndios.

 

A organização norueguesa avaliou dados globais sobre o desmatamento ocorrido entre 2002 e 2019. O pesquisador Anders Krogh, responsável pelo estudo, disse à agência Reuters que, nesse período, a destruição de florestas no mundo correspondeu a uma área maior que a do território da França.

 

Mais da metade das áreas desmatadas ficam na Amazônia e em outras florestas da América do Sul. De acordo com o estudo, a abertura de áreas de floresta para atividades como plantio de soja e pecuária se intensificou desde o início do governo de Jair Bolsonaro no Brasil.

 

A Amazônia e as florestas Andina e do Orinoco reúnem 73,5% das áreas de mata tropical ainda intactas, disse Krogh à Reuters. Assim, o Brasil e a América do Sul têm papel central nos esforços globais de preservação.


Mais lidas


O Covid-19 na Baixada Santista vem deixando uma alta taxa de ocupação de leitos na rede hospitalar na região. Atentos a isso e solidários a nossa população, vamos promover ações no Porto, para garantir cumprimento dos protocolos sanitários já definidos. Tudo isso através das competências da Santos Port Authority (SPA), do Sindicato dos Operadores Portuários […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais