SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   APM Terminals manifesta interesse em participar da licitação do porto de Balboa, no Panamá

APM Terminals manifesta interesse em participar da licitação do porto de Balboa, no Panamá


Fonte: Mundo Marítimo (2 de março de 2021 )
O Estado deve decidir se renova a concessão por mais 25 anos à PPC ou se lança uma proposta de concorrência

 

A APM Terminals, subsidiária da AP Moller Maersk, garantiu que está disposta a investir e participar de uma eventual licitação para operar e administrar o porto de Balboa, que atualmente está nas mãos da Panama Ports Company (PPC), informou o La Prensa .

 

“A APM Terminals está pronta para investir no lado do Pacífico panamenho e já expressei isso às autoridades panamenhas. Estamos aguardando que as autoridades lancem uma licitação para que possamos eventualmente participar. Os tempos mudaram como eu disse e, para Claro, não estamos olhando apenas para o lado do Pacífico, mas também para o lado do Caribe, mas neste momento nossos olhos estão claramente nesta oportunidade potencial com Balboa “, disse Leo Huisman, CEO para a América Latina da APM Terminals em entrevista ao La Prensa .

 

O anúncio é conhecido poucos meses antes do fim da concessão de 25 anos concedida em 1997 à PPC, cabendo ao Executivo decidir se aprova outro prazo de 25 anos conforme estabelecido no contrato ou abre licitação para selecionar outra operadora.

 

“A APM Terminals está sempre em busca de oportunidades de crescimento e, nesse sentido, vê o Panamá como um local estratégico e importante. De forma que a presença no Pacífico panamenho é fundamental de forma orgânica e inorgânica para poder oferecer um melhor serviço a carteira de clientes na América Latina “, acrescentou Huisman.

 

Deve-se destacar que a APM opera um terminal automatizado em Lázaro Cárdenas, no México, e administra o porto de Moin na Costa Rica há dois anos. “Como parte do Grupo Maersk, temos presença no Panamá no escritório regional onde se vê toda a América Latina e justamente desde a perspectiva da APM Terminals acaba de ser formado um grupo de planejamento de terminais que está sediado a partir de agora no Panamá”, afirmou. ele explicou o executivo.

 

Sobre o futuro imediato da indústria portuária na região, indicou que a APM Terminals o vê “com otimismo” e embora tenha reconhecido que “certamente não foi um ano bom em 2020, principalmente quando falamos de volumes de contêineres e carga geral , mas de uma forma geral, está ocorrendo um ressurgimento na costa leste da América Latina e na costa oeste, nem tanto, mas há oportunidades de equilibrar essa situação ”, projetou.

 

Explicou que nas costas da região a pandemia se fez sentir sobretudo pelas medidas sanitárias que se implementaram para os portos e também para os trabalhadores da linha da frente, operadoras, que impactaram os custos nessa área. Por fim, destacou que “a vacina para os trabalhadores portuários é de extrema importância para o benefício de um serviço que deve ser fundamental para nossos países”.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais