SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Pagamento de bônus leva em conta diversidade e clima

Pagamento de bônus leva em conta diversidade e clima


Fonte: Valor Econômico (22 de fevereiro de 2021 )

Na hora de decidir o tamanho dos bônus salariais dos executivos, os membros dos conselhos de administração sofrem maior pressão para levar em conta questões como as mudanças climáticas e a diversidade. O número de empresas que incluem métricas sociais ou ambientais ao decidir as bonificações dos executivos dobrou desde 2018. Agora, cerca de 20% das 6,5 mil firmas pesquisadas levam em conta esses fatores, segundo o relatório anual mais recente da ISS ESG, o braço de investimentos responsáveis da firma de assessoria em votações de acionistas Institutional Shareholder Services.

 

As gratificações a executivos no geral se basearam em critérios financeiros, como lucro por ação, desempenho das ações ou crescimento da receita. A inclusão de métricas não tradicionais para definir os bônus salariais chega em meio ao aumento da pressão de investidores, políticos e do público em geral sobre as empresas para que passem a considerar seu impacto na sociedade como um todo, mais particularmente depois da pandemia e dos protestos do “Vidas Negras Importam” em 2020.

 

Bonnie Saynay, chefe de análises de questões ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) na ISS ESG, diz que a velocidade da inclusão desses novos critérios impressiona.

 

Nos últimos anos, gestores de ativos têm se dedicado mais a investimentos sustentáveis, na crença de que empresas mais bem preparadas para a transição energética ou com uma força de trabalho mais diversificada terão um desempenho melhor. “Parte do processo formal de estudo dos números que os gestores de fundos fazem agora é pesquisar os planos de remuneração das equipes de executivos e como estão alinhados a valores centrais de ESG”.

 

A Amundi, maior gestora de fundos da Europa, é uma delas. “Esperamos que a remuneração dos executivos, de curto e longo prazo, esteja alinhada às tendências de desempenho e que integre totalmente objetivos específicos ESG”, disse Jean-Jacques Barbéris, que supervisiona negócios de ESG na gestora de ativos de 1,7 trilhão de euros.

 

Das quase 2 mil empresas examinadas pela ISS ESG que incluíram critérios ambientais e sociais, mais de 90% destes estavam incluídos nos planos de remuneração de curto prazo, como as bonificações anuais. Cerca de 12% as incluíram nos planos de incentivo de longo prazo, com as mudanças climáticas sendo a questão que mais aparece nesses esquemas.

 

Segundo a ISS ESG, empresas como a Microsoft incluíram a diversidade como métrica para a remuneração dos executivos, enquanto a Nestlé levou em conta a segurança e saúde dos funcionários nos pacotes de remuneração. Já a BHP incluiu o uso de energia e as mudanças climáticas.

 

Uma pesquisa separada, da PwC, com 50 empresas, em sua maioria de capital aberto, revelou que 75% estudavam usar metas ESG em seus planos de remuneração dos executivos ou reforçar seus esquemas atuais.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais