SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Em inédita cooperação internacional, Marinha e Polícia Federal interceptam embarcação carregada com cocaína

Em inédita cooperação internacional, Marinha e Polícia Federal interceptam embarcação carregada com cocaína


Fonte: Ministério da Infraestrutura (16 de fevereiro de 2021 )
Foto: Divulgação/Marinha

 

Brasília (DF), 15/02/2021 – Neste domingo (14), a Marinha do Brasil (MB) e a Polícia Federal (PF) interceptaram e apreenderam embarcação carregada com cocaína em águas jurisdicionais brasileiras. A interceptação foi realizada pelo Navio-Patrulha Oceânico Araguari, a cerca de 270 KM da costa de Recife-PE.

 

A inédita operação foi realizada com ampla coordenação internacional, envolvendo o Centro de Análise e Operações Marítimas – Narcótico (MAOC-N), sediado em Lisboa/Portugal, a Drug Enforcement Administration (DEA/EUA) e a National Crime Agency (NCA/Reino Unido), permitindo a identificação de grande quantidade de entorpecente em um veleiro catamarã que teria partido do Brasil com destino a Europa.

 

No interior da embarcação foram presos cinco tripulantes brasileiros, que foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal no Estado de Pernambuco. A embarcação apreendida está sendo escoltada pelo Navio-Patrulha da Marinha do Brasil para Recife, com apoio de Policiais Federais do Grupo de Pronta Intervenção (GPI) que participaram das ações.

 

Trata-se de operação de cooperação internacional, inédita na história do Brasil, com a utilização pela Marinha do Brasil de um Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) para ação conjunta com a Polícia Federal na interceptação de embarcações utilizadas para o narcotráfico.

 

Foto: Divulgação/Marinha

 

A ação reforça a cooperação e troca de informações com as instituições internacionais, visando a identificação de grandes organizações criminosas, assim como a importância do permanente monitoramento e controle dos 5,7 milhões de km² de águas jurisdicionais brasileiras, por meio do constante aprimoramento do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul.

 

Com informações da Marinha do Brasil e do Departamento de Polícia Federal


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais