SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Preço e exportação maiores impulsionam corrente de comércio 

Preço e exportação maiores impulsionam corrente de comércio 


Fonte: Valor Econômico (2 de fevereiro de 2021 )

Influenciada por preços mais altos e aumento das exportações, a corrente de comércio do Brasil cresceu 10,2% em janeiro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Dessa maneira, o indicador, que soma o valor de exportações e importações, atingiu US$ 30,74 bilhões no primeiro mês de 2021. Para economistas, o resultado é positivo, mas ainda é cedo para traçar cenários mais amplos para o resto do ano.

 

Conforme divulgado ontem pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, as exportações somaram US$ 14,808 bilhões no mês passado, alta de 12,4% na média diária em relação a janeiro de 2020.

 

“O preço [dos produtos exportados] vem reagindo”, disse em entrevista coletiva o subsecretário de inteligência e estatísticas de comércio exterior, Herlon Brandão.

 

Além disso, ele lembrou que a pandemia já causava em janeiro do ano passado uma desaceleração das compras feitas pela China, o que diminuiu a base de comparação para 2021.

 

Já as importações atingiram US$ 15,933 bilhões, crescimento de 8,3% na mesma base de comparação. A média diária das compras do exterior, por sua vez, atingiu o maior patamar para janeiro em seis anos, alcançando US$ 797 milhões. A última vez em que as importações haviam ficado em nível maior foi em janeiro de 2015, quando estavam em US$ 803 milhões.

 

A expectativa da Tendências Consultorias é de avanço de exportações e importações neste ano, reflexo da esperada retomada da atividade econômica no Brasil e no resto do mundo. As projeções contempla mais intensa das importações em 2021, segundo o economista Silvio Campos Neto.

 

De acordo com ele, é fato que as exportações exibem um trunfo neste momento: o bom desempenho econômica da China e dos preços das commodities, com destaque para o minério de ferro. Assim, ainda que a perspectiva seja de um esfriamento desse boom de preços ao longo do ano, a consultoria não descarta saldos mais robustos em 2021 do que o esperado atualmente.

Para José Augusto de Castro, presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), a boa notícia da balança veio da corrente de comércio. Ele destaca que a corrente com a Argentina também teve alta, de 35%, para US$ 1,54 bilhão.

 

Em sua avaliação, o resultado da balança em janeiro veio dentro do esperado – mas trata-se apenas do primeiro mês, sazonalmente mais fraco e que não estabelece o desempenho para o restante de 2021. A AEB projeta altas de 14% para as exportações e de 7% para as importações neste ano.

 

Por sua vez, o déficit da balança ficou em US$ 1,125 bilhão em janeiro, recuo de 26,5% na média diária em relação ao primeiro mês de 2020.

 

Campos Neto chama a atenção para a queda da média diária de importações na semana final do mês, para US$ 590,3 milhões.

 

“Os dados seguem voláteis e é prematuro afirmar que a piora na última semana traga algum sinal quanto ao dinamismo da demanda interna. Mas é algo que terá que ser acompanhado”, diz.

 

A Secex calcula que a balança comercial registrará em 2021 um superávit de US$ 53 bilhões, resultado de US$ 168,1 bilhões em exportações e US$ 221,1 bilhões em importações. A Tendências Consultoria tem projeção parecida, de US$ 52,1 bilhões.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais