SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   DNIT publica novo manual de fiscalização e gestão de contratos

DNIT publica novo manual de fiscalização e gestão de contratos


Fonte: Ministério da Infraestrutura (29 de janeiro de 2021 )
Documento auxilia a tomada de decisão e define responsabilidades

 

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes lança o novo Manual de Fiscalização e Gestão de Contratos da autarquia. O documento é direcionado aos gestores e fiscais de contrato e foi resultado da construção coletiva dos servidores, que puderam opinar durante a sua elaboração, por meio de uma consulta pública.

 

O objetivo do manual é contribuir para que as áreas técnicas, gestores e seus respectivos fiscais exerçam o controle e fiscalização dos contratos no âmbito do DNIT com elementos de consistência, de forma minimamente parametrizada e de maneira transparente. Sendo assim, a publicação auxilia a tomada de decisão dos servidores a ainda funciona como documento de consulta para a efetivação da tarefa de gerir e fiscalizar.

 

O novo manual revisou a Instrução de Serviço nº 06/DG, de abril de 2018, e o Manual de Gestão e Fiscalização da Diretoria de Administração e Finanças (Portaria nº 1.456, de março de 2020), resultando em um documento atualizado e mais abrangente.

 

Entre as principais alterações está o esclarecimento sobre as funções, responsabilidades e atribuições dos gestores e dos fiscais. Além disso, para o gestor, foram definidos requisitos mínimos para a emissão de Ordem de início de serviços, bem como orientações em relação à gestão de seguros e garantias. Ainda, firmou-se entendimento em relação aos limites de acréscimos e decréscimos, no caso de aditivos.

 

Já em relação aos fiscais, sugeriu-se a indicação de unidades administrativas para atuação como fiscais administrativos, que trará maior padronização e eficiência aos processos, sem sobrecarregar os fiscais.

 

Em relação ao processo de medição e pagamento, foram reforçadas as responsabilidades das partes, com atualização do procedimento. Os contratos de Tecnologia da Informação também receberam definições de procedimento de gestão, fiscalização e de responsabilidades.

 

Clique aqui e acesse o manual.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais