SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Contratos de importação de açúcar diminuem na China com aumento de estoques alfandegados

Contratos de importação de açúcar diminuem na China com aumento de estoques alfandegados


Fonte: Moneytimes (13 de janeiro de 2021 )
mercado global comercializa cerca de 36 milhões de toneladas de açúcar bruto por ano (Imagem: REUTERS/Sergio Moraes)

 

Traders de açúcar na China, um dos maiores compradores mundiais do adoçante, cortaram drasticamente suas compras no exterior à medida que seus lucros de importação secam e o excesso da commodity se acumula nos depósitos allfandegados do país.

 

A China provavelmente importou quase 5,5 milhões de toneladas de açúcar bruto em 2020, dizem fontes do mercado, cerca de 2 milhões de toneladas a mais do que no ano anterior e grande parte disso excede às necessidades de consumo do país.

 

O superávit, segundo as fontes, se acumulou em depósitos alfandegados e levará algum tempo para funcionar, com menores importações provavelmente este ano e poucos pedidos esperados neste trimestre –um movimento que pode limitar os preços globais do açúcar bruto.

“O lucro da importação de açúcar para a China a partir de hoje é insignificante nos meses próximos. Em abril e maio do ano passado foi de mais de 200 dólares a tonelada, então entrou muito açúcar”, disse o analista da Marex Spectron, Robin Shaw.

“Achamos que cerca de 1,5 milhão a 2 milhões de toneladas estão em depósitos alfandegados”, acrescentou ele.

 

A China superou a Indonésia no ano passado para se tornar o maior importador de açúcar do mundo.

 

Ela adquiriu 4,4 milhões de toneladas de açúcar bruto nos primeiros 11 meses contra 2,7 milhões no mesmo período do ano anterior, mostram os dados da alfândega, mas fontes dizem que mais 1 milhão de toneladas chegou em dezembro.

 

Um trader de açúcar localizado em Hong Kong disse que a China provavelmente começará a importar em quantidades significativas apenas em abril, acrescentando que as compras totais para o ano de 2021 serão cerca de 1 milhão de toneladas a menos que no ano passado.

 

O mercado global comercializa cerca de 36 milhões de toneladas de açúcar bruto por ano, de acordo com a Organização Internacional do Açúcar (OIA), e 1 milhão de toneladas a menos de compras da China podem impactar os preços mundiais.

 

Fontes disseram que grande parte do estoque em depósitos alfandegados ainda não recebeu licença de importação, impedindo os traders de pedir mais açúcar por enquanto.

 

Os preços globais do açúcar bruto subiram 15% no ano passado, impulsionados em parte pelo aumento nas compras chinesas.


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais