SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   BR do Mar vai significar menor custo para a produção, diz FPA

BR do Mar vai significar menor custo para a produção, diz FPA


Fonte: Canal Rural (16 de dezembro de 2020 )
Presidente eleito da bancada do agro destacou emendas incluídas no texto aprovado pela Câmara, como redução do adicional de frete para produtos agropecuários de 40% para 8% Clique aqui para assistir

 

Aprovado na última semana na Câmara dos Deputados, o projeto de lei conhecido como BR do Mar busca reduzir o custo do transporte de cargas no Brasil. Para o deputado Sérgio Souza (MDB-PR), esse é principal efeito positivo da proposta que cria um programa de estímulo à navegação pela costa brasileira ou entre rios, chamada de cabotagem. O tema foi abordado no programa Conexão Brasília desta terça-feira, 15.

 

“Quanto menos custar para produzir, para a logística transportar, mais barato chega à mesa do cidadão brasileiro”, disse o deputado que em 2021 assume a presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

 

Sérgio Souza destacou as emendas da bancada do agro que foram acatadas no texto aprovado. Uma delas, de sua autoria, reduziu de 40% para 8% o adicional de frete para insumos agropecuários. O parlamentar argumentou que hoje os recursos que vão para o Fundo da Marinha Mercante por esse adicional de frete são mal aplicados e não beneficiam o agro.

 

“Quase que a totalidade dos recursos do adicional de frete iam para financiamento de navios de granéis líquidos, que não transportavam grãos”, pontuou.

 

Dragagem e retirada de taxação

Outra emenda vai permitir que esses recursos sejam destinados à dragagem de portos. “Em muitos portos do Brasil o calado é baixo, o navio tem que sair com meia carga e tem que terminar de carregar no mar aberto, fazendo transbordo. Isso encarece o custo de produção, fica menos dinheiro no bolso do produtor e engessa a nossa logística”, explicou. O calado é a distância entre a parte inferior da quilha e a linha de flutuação de uma embarcação.

 

O parlamentar ainda citou a retirada da taxação de granéis sólidos no transporte entre os rios brasileiros no texto que passou pela Câmara. Para o deputado, o projeto da BR do Mar é necessário para permitir a diversificação do modal de transporte no Brasil, o que acaba aumentando muito o custo logístico para o agro. “O transporte de cargas no Brasil chega a custar cinco vezes mais do que na Argentina e nos Estados Unidos”, acrescentou.

 

O projeto ainda precisa ser votado pelo Senado para ir à sanção presidencial. Souza acredita que a conclusão da votação deve ocorrer no primeiro semestre de 2021.

 

Fim dos subsídios às exportações

Outro tema do programa foi o Protocolo de Nairóbi, acordo internacional que prevê o fim dos subsídios à exportação de produtos agrícolas. O protocolo está no Congresso desde 2015 para ser ratificado, ano em que foi aprovado junto pelos países membros da Organização Mundial de Comércio (OMC). Na última semana, a Câmara aprovou um requerimento de urgência para que o texto siga direto para votação no plenário sem passar pelas comissões temáticas.

 

Na avaliação do relator da matéria, deputado Pedro Lupion (DEM-PR), o Brasil deve dar prioridade à ratificação do acordo, já que o Brasil é um dos maiores exportadores de alimentos do mundo e acaba penalizado pela concorrência desleal que os subsídios geram.

 

“Para a gente melhorar nossa competitividade no mercado internacional é extremamente importante que a gente consiga fazer valer o Protocolo de Nairóbi”, disse o parlamentar paranaense.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais