SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   ATP celebra a aprovação BR do Mar e extensão do Reporto

ATP celebra a aprovação BR do Mar e extensão do Reporto


Fonte: Agência Porto (10 de dezembro de 2020 )
 (Crédito: Divulgação)

 

A ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) considera uma importante conquista a aprovação do Projeto BR do Mar (PL4.199/20) pela Câmara dos Deputados.

 

Segundo Murillo Barbosa, presidente da ATP, o projeto – que institui o Programa de Estímulo ao Transporte por Cabotagem e a extensão do Reporto (Regime Tributário para Incentivo à Modernização e à Ampliação da Estrutura Portuária) até o final de 2021, – impõe passos necessários para o setor portuário brasileiro, trará grande estímulo ao transporte de cabotagem no país e vai proporcionar o incremento nas operações portuárias, resultando em redução de custos logísticos e aumento da competitividade nacional.

 

A expectativa da ATP é que o texto também seja aprovado no Senado Federal. “Os números previstos com a aprovação da matéria atestam essa realidade. Com a medida, será possível ampliar em 40% a oferta de embarcações para a cabotagem no país, com um potencial de crescimento da cabotagem de 30% ao ano. O impacto positivo na economia será significativo, já que o projeto espera ampliar em 65% o volume de contêineres transportados por ano, até 2022”, destaca Barbosa.

 

O objetivo inicial da ATP e da Coalizão Empresarial Portuária, composta por seis entidades representantes do setor, seria a renovação do Reporto por cinco anos, até 2025. “Todavia, a extensão até o final do ano que vem já representa um avanço inicial e dará fôlego para o setor. A extensão por mais tempo do regime pode ser discutida na Reforma Tributária que poderá trabalhar os tributos de maneira mais equânime e menos setorizada”, aponta.

 

O Reporto, frisa o presidente da ATP, é fundamental para garantir a continuidade dos investimentos no setor portuário, amparados por esse benefício, que vai proporcionar aumento na geração de empregos e contratações e viabilizar a manutenção dos contratos com os valores já pactuados anteriormente.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais