SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   DCSA publica normas para o Projeto de Lei de Embarque

DCSA publica normas para o Projeto de Lei de Embarque


Fonte: Guia Marítimo (9 de dezembro de 2020 )

Digital Container Shipping Association (DCSA), um grupo neutro, sem fins lucrativos, criado para a digitalização das normas de tecnologia de transporte de contêineres, em conjunto com suas nove operadoras membros, publicou hoje normas de dados e processos para a apresentação de instruções de envio e emissão da conta de embarque (B/L). As normas DCSA B/L estão alinhadas com o modelo de dados de referência de transporte multimodal da ONU/CEFACT (Centro das Nações Unidas para facilitação de comércio e negócios eletrônicos) para garantir uma estrutura global do setor que acelere a digitalização através de um esforço unificado do setor.

 

Esta é a primeira publicação da iniciativa de eDocumentação DCSA de vários anos que fornecerá padrões para permitir a digitalização da documentação de transporte de contêineres de ponta a ponta, começando pelo B/L. Por meio dessa iniciativa, o DCSA tem como objetivo facilitar a aceitação e adoção de um projeto de lei eletrônico de embarque (eBL) por parte de reguladores, bancos e seguradoras e unificar a comunicação entre essas organizações e clientes, operadoras e todos os demais stakeholders envolvidos em uma transação.

 

A publicação padrão DCSA eBL compreende os seguintes documentos: DCSA Standard para o Bill of Lading 1.0, o DCSA Industry Blueprint 3.0, o DCSA Information Model 3.0 e o DCSA Interface Standard for the Bill of Lading. O Padrão para o Projeto de Lei de Embarque, Projeto da Indústria e Modelo de Informações estão disponíveis imediatamente para download gratuito no site da DCSA. O Interface Standard estará disponível para download em janeiro de 2021. Para facilitar a implementação e a conformidade, as definições de API serão publicadas no SwaggerHub, e uma implementação de referência estará disponível no GitHub, também em janeiro.

 

O Padrão DCSA para o Bill of Lading pode ser implementado imediatamente para simplificar e alinhar dados e processos B/L baseados em papel. As versões subsequentes da iniciativa eDocumentation da DCSA incluirão dados e padrões de processo para: solicitação de reserva e confirmação, aviso de chegada e envio de lançamento

A norma eBL é o primeiro padrão DCSA a ser elegível para auto-certificação sob um novo Programa de Conformidade DCSA, que será publicado em janeiro de 2021. Qualquer organização que implemente a norma eBL pode demonstrar conformidade completando uma lista de verificação de auto-certificação (CCS). Em janeiro, o CCS estará disponível no site da DCSA, juntamente com um Manual de Auto-Certificação que fornece mais detalhes sobre o programa de conformidade dcsa e o procedimento para auto-certificação. A auto-certificação para outros padrões da DCSA será introduzida nos meses seguintes.

 

“A digitalização da documentação, começando pelo projeto de lei de embarque, é fundamental para a simplificação e digitalização do comércio global”, comentou Thomas Bagge, CEO da DCSA. “O alinhamento que alcançamos entre as operadoras é um marco crítico no caminho para a adoção completa da EBL. O comércio sem papel beneficiará todas as partes envolvidas em uma transação em termos de redução de custos, experiência do cliente, eficiência, crescimento, inovação e sustentabilidade. Convidamos todas as partes interessadas do setor a colaborar conosco na otimização dos padrões de eDocumentação para fornecer mercadorias com segurança e perfeita para seu destino final.”

 

“A pandemia do COVID trouxe mais urgência à mudança para a digitalização do ambiente comercial global”, disse Oswald Kuyler, diretor executivo da Digital Standards Initiative (DSI) da Câmara Internacional de Comércio. “Alcançar uma EBL padronizada é um elemento fundamental dessa transformação. É fantástico ver alianças avançando para o desafio, trabalhando com stakeholders do setor e entregando algo prático que pode ter um impacto tangível. Estou ansioso para trabalhar com a DCSA para defender a adoção de padrões digitais não apenas para o B/L – mas potencialmente para outros casos de uso também.”

 

“O objetivo dos órgãos de normas é digitalizar e facilitar o comércio entre diferentes transportadoras, geografias e modos de transporte”, disse Sue Probert, presidente da ONU/CEFACT. “Ficamos muito satisfeitos que os padrões da DCSA estejam totalmente alinhados com o Modelo de Dados de Referência MultiModal da ONU/CEFACT para permitir transações eBL que sejam perfeitas e transparentes através das fronteiras internacionais. Esse tipo de colaboração é fundamental para apoiar a interoperabilidade global.”

 

Consulte o eBill da página de embarque para a documentação das normas.

 

Webinars serão agendados em janeiro para fornecer mais informações sobre os padrões da DCSA eBL. Os links de inscrição podem ser encontrados na página de eventos do DCSA.


Mais lidas


  Estivemos presente na primeira Expo Retomada – Evento Teste Oficial autorizado pelo Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura Municipal de Santos, para falarmos sobre a reabertura dos eventos.   Nosso Diretor-Executivo, Ricardo Molitzas participou no 3º Painel: “Novas oportunidades de gestão para o setor de eventos” ao lado da Sueli Martinez […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais