SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   PIB cai 3,9% em relação ao mesmo período de 2019, diz IBGE

PIB cai 3,9% em relação ao mesmo período de 2019, diz IBGE


Fonte: Jornal do Brasil (3 de dezembro de 2020 )
Setor de comércio cresceu no trimestre Foto: reprodução

 

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 7,7% no terceiro trimestre de 2020 (comparado ao segundo trimestre de 2020), na série com ajuste sazonal. Em relação a igual período de 2019, o PIB caiu 3,9%. No acumulado dos quatro trimestres terminados em setembro, houve queda de 3,4% frente aos quatro trimestres imediatamente anteriores.

 

Em valores correntes, o PIB do terceiro trimestre de 2020 totalizou R$ 1,891 trilhão, sendo R$ 1,627 trilhão em Valor Adicionado (VA) a preços básicos e R$ 264,1 bilhões em Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

 

A taxa de investimento no terceiro trimestre de 2020 foi de 16,2% do PIB, ficando praticamente estável em relação a observada no mesmo período de 2019 (16,3%).

 

No acumulado do ano até o terceiro trimestre de 2020, o PIB caiu 5,0% em relação a igual período de 2019. Nesta comparação, a Agropecuária cresceu 2,4%, enquanto a Indústria (-5,1%) e os Serviços (-5,3%) registraram queda.

 

PIB cresce 7,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior

 

No terceiro trimestre de 2020, o PIB cresceu 7,7% frente ao trimestre anterior, na série com ajuste sazonal. A Agropecuária caiu 0,5%, a Indústria cresceu 14,8% e os Serviços subiram 6,3%.

 

Entre as atividades industriais, destaca-se o crescimento de 23,7% das Indústrias de transformação. Também houve aumento para Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos (8,5%), Construção (5,6%) e Indústrias extrativas (2,5%).

 

Nos Serviços, todos os setores cresceram: Comércio (15,9%), Transporte, armazenagem e correio (12,5%), Outras atividades de serviços (7,8%), Informação e comunicação (3,1%), Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (2,5%), Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,5%) e Atividades imobiliárias (1,1%).

 

Pela ótica da despesa, a Formação Bruta de Capital Fixo cresceu 11,0% em relação ao trimestre imediatamente anterior. A Despesa de Consumo das Famílias teve expansão de 7,6% e a Despesa de Consumo do Governo cresceu 3,5%.

 

Já as Exportações de Bens e Serviços tiveram queda de 2,1%, enquanto as Importações de Bens e Serviços caíram 9,6% em relação ao trimestre anterior.

 

PIB caiu 3,9% no 3 trimestre de 2020

 

Em relação a igual período do ano anterior, o PIB caiu 3,9% no terceiro trimestre de 2020. Foi a terceira queda consecutiva nesta comparação. O Valor Adicionado a preços básicos teve queda de 3,7% e os Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios retraíram 5,1%.

 

Entre as atividades, a Agropecuária cresceu 0,4% em relação a igual período de 2019. Este resultado explica-se, principalmente, pelo crescimento da produção e ganho de produtividade da atividade Agricultura, que suplantou o fraco desempenho da Pecuária e da Pesca. Destaca-se o crescimento nas estimativas anuais de produção do café (21,6%), cana de açúcar (3,5%), algodão (2,5%) e milho (0,3%).

 

A Indústria teve queda de 0,9%. Nesse contexto, a Construção recuou 7,9%, corroborada pela queda da ocupação nessa atividade. As Indústrias de transformação apresentaram variação negativa de 0,2%. A atividade de Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos, por sua vez, cresceu 3,8%, incentivada pela melhora nas bandeiras tarifárias, que se mantiveram verdes por todo o trimestre. As Indústrias extrativas cresceram 1,0% em relação ao terceiro trimestre de 2019, puxadas pelo crescimento da extração de petróleo e gás.

 

Já os Serviços caíram 4,8% frente ao mesmo período de 2019, com destaque para a queda de Outras atividades de serviços (-14,4%) e Transporte, armazenagem e correio (-10,4%). Também houve retração em Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (-5,4%), Comércio (-1,3%), Informação e comunicação (-1,3%). Por outro lado, tiveram crescimento: Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (6,0%) e Atividades imobiliárias (2,7%).

 

A Despesa de Consumo das Famílias caiu pelo terceiro trimestre seguido (-6,0%), influenciada pela pandemia de COVID-19 que, além de afetar negativamente o mercado de trabalho, provocou queda na oferta e demanda de serviços com peso relevante no consumo das famílias.

 

A Formação Bruta de Capital Fixo caiu 7,8% no terceiro trimestre de 2020. A magnitude deste recuo é justificada pela queda na produção e importação de bens de capital, assim como pela queda na Construção.

 

No setor externo, as Exportações de Bens e Serviços caíram 1,1% e as Importações de Bens e Serviços caíram 25,0% no terceiro trimestre de 2020.

 

PIB acumulado de janeiro a setembro tem queda de 5,0%

 

No acumulado do ano até o terceiro trimestre de 2020, o PIB caiu 5,0% em relação a igual período de 2019. Nesta comparação, a Agropecuária cresceu 2,4%, enquanto a Indústria (-5,1%) e os Serviços (-5,3%) tiveram queda.

 

Taxa de Investimento foi de 16,2% no 3º trimestre

 

A taxa de investimento no terceiro trimestre de 2020 foi de 16,2% do PIB contra 16,3% no mesmo período do ano anterior. A taxa de poupança foi de 17,3% no terceiro trimestre de 2020, maior que os 13,7% obtidos no mesmo período de 2019.

 

Revisões nas Contas Nacionais Trimestrais

 

Na divulgação do terceiro trimestre de cada ano, as Contas Nacionais Trimestrais têm a rotina de realizar uma revisão mais abrangente. Nesta divulgação, os principais pontos revistos são destacados a seguir.(com IBGE)


Mais lidas


Os dados divulgados pela Autoridade Portuária de Santos (APS), em seu balanço operacional de março, apontam um recorde histórico na movimentação de cargas. Foram mais de 15,16 milhões de toneladas que passaram pelos terminais do Porto de Santos, um crescimento de 10,4% comparado com a marca histórica anterior, conquistada em agosto de 2020.   O […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais