SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Brasil avança em ranking mundial de competitividade da infraestrutura

Brasil avança em ranking mundial de competitividade da infraestrutura


Fonte: Governo Federal (19 de novembro de 2020 )
Pesquisa de opinião divulgada nesta quarta-feira (18), durante o 2º Seminário de Competitividade do Setor de Infraestrutura, destaca os avanços do setor no país

 

O Brasil vem melhorando sua posição no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial. Em pesquisa de opinião sobre a infraestrutura de transporte, conduzida pela Fundação Dom Cabral, empresários brasileiros apontaram melhoras nos quatro indicadores utilizados. A eficiência dos serviços aeroviários teve um salto de 18 posições (de 85 para 67), seguida da eficiência dos serviços portuários, que ganhou 13 posições (104 para 91). A qualidade das rodovias brasileiras melhorou oito posições (116 para 108), enquanto a eficiência das ferrovias melhorou uma posição (86 para 85).

 

Os dados foram apresentados no 2º Seminário de Competitividade do Setor de Infraestrutura, evento realizado pelo Ministério da Infraestrutura e pela Fundação Dom Cabral, em uma edição totalmente on-line (com transmissão no canal do Minfra no Youtube).

 

Para o secretário-Executivo do MInfra, Marcelo Sampaio, mudar a face da infraestrutura do Brasil é o objetivo do governo do presidente Jair Bolsonaro. “Estamos trabalhando para melhorar os índices de produtividade e reduzir os custos logísticos, por meio da oferta de infraestrutura de transportes integrada, moderna, segura e eficiente. Sabemos que para atrair investimentos precisamos atuar de forma mais proativa no sentido melhorar a competitividade nacional”, enfatizou Sampaio.

 

Segundo o professor Carlos Arruda, diretor do Centro de Inovação e Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral e responsável pelas análises, “o debate sobre infraestrutura é fundamental para que o país avance em pautas relevantes para a economia e para a sociedade como um todo”, destacou Carlos Arruda.

 

PESQUISA DE OPINIÃO
Para medir o alcance da visão de futuro do MInfra foi escolhido o Índice de Competitividade Global – Subíndice de Infraestrutura de Transportes, calculado pelo Fórum Econômico Mundial.

 

O subíndice possui oito indicadores, agrupados por cada um dos quatro modos de transportes, sendo sempre um indicador objetivo e outro baseado na pesquisa de opinião feito pela Fundação Dom Cabral. Foram analisadas: qualidade das estradas, eficiência dos serviços das ferrovias, eficiência dos serviços de transporte aéreo e eficiência dos serviços portuários. O Relatório Final do Fórum Econômico Mundial será divulgado no dia 16 de dezembro.


Mais lidas


View this post on Instagram #Repost @brasilexport Presidente do #SOPESP fala sobre Sudeste Export; garanta já a sua inscrição “Participamos do Sudeste Export pela conectividade dos assuntos estratégicos do setor portuário, envolvendo todos os atores que movimentam os principais portos do país. Tendências tecnológicas, ambientais, legais e previsibilidade de fluxos logísticos são temas cruciais para […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais