SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   VLI anuncia 247 novos vagões para atender próxima safra de grãos ao norte do país

VLI anuncia 247 novos vagões para atender próxima safra de grãos ao norte do país


Fonte: Moneytimes (13 de novembro de 2020 )
Estamos nos preparando para atender a próxima safra (Imagem: VLI/Divulgação)

 

empresa de logística VLI aumentará em 247 vagões a frota utilizada no tramo norte da Ferrovia Norte-Sul, entre Porto Nacional (TO) e Açailândia (MA), com o objetivo de reforçar o transporte de grãos na importante fronteira agrícola na próxima safra, informou a companhia nesta quinta-feira.

 

Nas últimas semanas a operação recebeu 80 vagões, e um novo lote com 167 ativos chegará no início de 2021.

 

Todos serão utilizados na movimentação de grãos.“Estamos nos preparando para atender a próxima safra. Esse reforço na frota evidencia nosso compromisso em continuar suportando o crescimento da movimentação de grãos no Arco Norte”, disse o gerente-geral do Corredor Centro-Norte da VLI, Fabiano Rezende, conforme nota antecipada à Reuters.

 

A região é uma das que mais cresce na produção agrícola. No ano passado, essa malha ferroviária movimentou 7,9 milhões de toneladas de milho, soja e farelo, um crescimento de 25% se comparado ao ano anterior.

 

Além disso, esse trecho da VLI registrou transporte de mais de 11 milhões de toneladas de outros produtos no ano passado, como combustíveis, celuloses, ferro gusa e manganês.

 

Para 2021, a expectativa é de aumento da produção nos Estados ao norte, com a soja liderando.

 

O Piauí deverá ter um crescimento de mais de 5% na área plantada de soja na temporada 2020/21, com o Tocantins, Maranhão e Pará também registrando aumentos de 2,1%, de 2,5% e 2,6%, respectivamente, segundo a mais recente estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento.

 

Com a chegada de todos os novos vagões, o tramo norte da FNS passará a contar com mais de 3 mil unidades. Desde 2015, a frota utilizada no trecho entre Tocantins e Maranhão mais do que quadruplicou.

 

A VLI disse ainda que os novos vagões Greenbrier Maxion oferecem ao fluxo de grãos três diferenciais: redução do comprimento do vagão sem perda de volume, diminuição da tara (peso) e aumento da vida útil.

 

As unidades novas possuem o sistema “motion control” de alto desempenho, que reduz o atrito entre as rodas e o trilho, gerando menor consumo de combustível e menos desgaste.

 

“O investimento está alinhado à estratégia de aumentar a capacidade e agilidade no escoamento dos grãos que saem do interior do país, passam pelos terminais de Porto Nacional e Palmeirante, em Tocantins, e seguem até Porto do Itaqui, em São Luís (MA)”, disse a VLI em nota, sem detalhar valores.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais