SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Brasil bate recorde nas exportações de café em setembro

Brasil bate recorde nas exportações de café em setembro


Fonte: ANBA (15 de outubro de 2020 )

São Paulo – O Brasil bateu recorde na exportação de café para o mês de setembro. Foram embarcadas 3,8 milhões de sacas de café no período, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado e moído. O volume foi 8,6% maior que o de setembro do ano passado e representa a maior quantidade de café brasileiro exportado para o mês de setembro.

 

A receita das exportações no nono mês do ano foi de US$ 458 milhões, alta de 3,6% em relação ao mesmo período de 2019. Na conversão em reais, a receita foi equivalente a R$ 2,5 bilhões, crescimento de 35,7% em relação a setembro do ano passado, devido à alta do dólar. O preço médio da saca de café no período foi de US$ 120,7. Os dados são do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

 

“Estamos muito satisfeitos com os resultados de exportação do café em setembro. O volume de vendas foi recorde em relação ao mesmo mês nos anos anteriores e, além disso, tivemos um aumento muito significativo na receita total em reais. Observamos também que os resultados poderiam ter sido ainda melhores, na ordem de 10% a 15%, se não fossem os problemas logísticos de falta de containers e espaços nas embarcações”, disse em nota o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes.

 

Entre janeiro e setembro de 2020 foram exportadas 30,5 milhões de sacas, com receita de US$ 3,9 bilhões, equivalente a R$ 19,6 bilhões. Em reais, a receita teve crescimento de 31,7% ante o período de janeiro a setembro de 2019.

 

Para os países árabes, no acumulado do ano foram embarcadas 1,4 milhão de sacas de café a US$ 145,5 milhões, um aumento de 6,9% em relação ao mesmo período de 2019. A participação do bloco de países árabes nos embarques de café brasileiro é de 4,6%.

 

Os principais mercados do café brasileiro no ano civil foram Estados Unidos, com 5,6 milhões de sacas de café, seguidos pela Alemanha, Bélgica, Itália, Japão, Turquia, Rússia, México, Espanha e Canadá.  México, Rússia e Bélgica apresentaram maior destaque, com crescimento próximo de 19% na importação de café brasileiro.

 

Ano-Safra 2020/21

Julho, agosto e setembro de 2020 foram os três primeiros meses do Ano-Safra 2020/21. Neste período, o Brasil apresentou o melhor desempenho histórico para as exportações no início da safra, o que, segundo o Cecafé, demonstra que a colheita brasileira de café neste ciclo entrou de forma expressiva no mercado, em razão de seu volume e qualidade.

 

No período, o País exportou 10,5 milhões de sacas de café, o maior volume de exportações para o período nos últimos cinco anos, e registrou um crescimento de 2,7% em relação ao mesmo período da safra anterior. A receita foi de US$ 1,3 bilhão, equivalente a R$ 6,8 bilhões, aumento de 34,3% em reais em relação ao período da safra anterior. O preço médio foi de US$ 119,5 por saca.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais