SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Operadora cancela cruzeiros após pandemia e movimento em terminal de Santos deve cair 60%

Operadora cancela cruzeiros após pandemia e movimento em terminal de Santos deve cair 60%


Fonte: G1 (10 de setembro de 2020 )
Costa Fascinosa não virá para o Brasil em 2020 — Foto: Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo

 

A operadora Costa Cruzeiros decidiu cancelar sua participação em uma possível temporada de cruzeiros 2020/2021 em toda a América do Sul. A empresa divulgou a decisão antes mesmo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o retorno das viagens marítimas no país. Esse cancelamento pode causar grandes impactos no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, e em toda a Baixada Santista.

 

Segundo a Anvisa, os cruzeiros marítimos estão suspensos em razão da pandemia do novo coronavírus e não há previsão para a reabertura do setor. Dessa forma, ainda não há confirmação se ocorrerá ou não a temporada 2020/2021.

 

A diretora de operações do Terminal de Passageiros Giusfredo Santini (Concais), Sueli Martinez, explica que a MSC Cruzeiros, a única que mantém expectativa de navegar no Brasil, já enviou um plano detalhado com todos os protocolos sanitários que serão adotados durante as viagens para proteger os passageiros e tripulação, mas ainda aguarda liberação.

 

“Nós, como terminal, acreditamos que a temporada irá acontecer. O nosso protocolo sanitário também será muito mais rígido, com uso obrigatório de máscaras, distribuição de álcool em gel e intensificação de medidas de higiene. Teremos, também, aferição de temperatura, horários agendados para entrega de mala e equipamentos de acrílico nos balcões”.

 

Terminal Marítimo de Passageiros, o Concais, no Porto de Santos, antes da pandemia do novo coronavírus — Foto: Mariane Rossi/G1

 

Sueli explica que o cancelamento dos navios da Costa e a redução da capacidade de passageiros das embarcações da MSC causarão grandes impactos na economia da Baixada Santista. De acordo com ela, a redução de mais de 200 mil passageiros deixará de injetar cerca de R$ 100 milhões de recursos em toda a região.

 

“Tanto as embarcações quanto os passageiros contam com diversos serviços agregados que acabarão sendo prejudicados, como transporte, agentes turísticos e empresas de abastecimento de comida, água e itens de higiene. Tudo isso é feito por companhias de Santos. Também haverá uma grande perda nos postos de trabalho. Ano passado, contratamos cerca de 400 funcionários temporários. Neste ano, serão só 80”.

 

A diretora do Concais ainda ressalta que, se for confirmada a temporada apenas com a MSC, haverá uma queda de 60% no número de passageiros. Ela garante que o terminal está muito seguro quanto aos protocolos sanitários que serão adotados. “Sempre prezamos pela segurança e saúde das pessoas que decidem viajar de navio”.

 

A CLIA Brasil, Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros, informa que trabalha pelo desenvolvimento do setor de turismo e viagens, em especial de cruzeiros marítimos, para que o Brasil se torne um país competitivo para a atração de mais investimentos, gerando impactos econômicos positivos e mais empregos.

A CLIA não interfere nas decisões de seus associados, e reforça que está trabalhando para a concretização da temporada 2020/2021, com previsão para acontecer entre novembro de 2020 e abril de 2021, e também com foco na temporada 2021/2022.

 

Os novos protocolos já estão sob avaliação da Anvisa, do Ministério da Saúde e do Grupo Executivo Interministerial. Estes protocolos foram desenvolvidos por painéis de especialistas contratados pelas companhias marítimas, com base na Ciência e na Medicina.

 

Transatlântico Costa Luminosa — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

 

Costa Cruzeiros
Em nota, a Costa confirma a suspensão da vinda de seus navios para a temporada 2020/2021 na América do Sul. A companhia está em contato com as agências de viagens e com os hóspedes que adquiriram essas viagens e foram impactados pelo cancelamento, para oferecer a utilização de crédito no valor recebido pela Costa pelo cruzeiro.

 

“A Costa Cruzeiros navega na América do Sul há ininterruptos 72 anos e temos o compromisso de seguir operando por aqui”, declara Dario Rustico, presidente executivo da Costa Cruzeiros para a América Central e do Sul. “Estamos ansiosos para retomar a operação na região na temporada 2021/2022 com dois navios, continuando a oferecer o melhor da Itália a bordo de nossos navios e uma experiência única e ainda mas exclusiva para os nossos hóspedes sul-americanos”, completa.

MSC Cruzeiros
A MSC Cruzeiros confirmou seu contínuo comprometimento com as autoridades de saúde brasileiras, além de outras autoridades responsáveis, assim como os portos, a fim de garantir o retorno de suas operações na América do Sul, de forma gradual e segura, após o reinício bem-sucedido das operações no Mediterrâneo em meados de agosto, com base em seu novo e abrangente protocolo de saúde e segurança.

 

A temporada 2020/2021 na América do Sul está programada para começar no dia 15 de novembro com o MSC Preziosa. O programa, atualmente, prevê até quatro navios da MSC Cruzeiros programados para operar no continente sul-americano, podendo passar pelo Porto de Santos.

 

MSC Preziosa deve ser o primeiro a navegar pelo Porto de Santos — Foto: MSC Cruzeiros/Divulgação

Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais