SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Índia, Japão e Austrália querem reduzir dependência da China na cadeia de suprimentos

Índia, Japão e Austrália querem reduzir dependência da China na cadeia de suprimentos


Fonte: Valor Econômico (3 de setembro de 2020 )

Índia, Japão e Austrália concordaram nesta terça-feira em lançar uma iniciativa para reforçar as cadeias de suprimentos na região do Indo-Pacífico, em uma aposta para reduzir a dependência da China, um grande parceiro comercial dos três países.

 

Após uma reunião virtual, ministros de Comércio e Indústria dos países disseram que vão elaborar um plano para que a iniciativa seja implementada e prometeram divulgar detalhes ainda neste ano.

 

As discussões ocorrem em meio às tensões entre China e Estados Unidos, os impasses na fronteira entre China e Índia e os desentendimentos de Pequim com a Austrália por causa da covid-19.

 

Durante o início da pandemia, muitos países que dependem comercialmente da China sofreram interrupções em algumas cadeias de suprimentos. Para alguns governos, a crise destacou a necessidade de diversificação.

 

Shamshad Ahmad Khan, especialista nas relações entre Índia e Japão e pesquisador do Instituto de Estudos Chineses de Nova Déli, disse que os três países envolvidos no projeto têm “profundas preocupações” com o comportamento expansionista da China.

 

Para Khan, é “natural” que Austrália, Índia e Japão adotem uma estratégia para manter a China sob controle. No entanto, ele prevê que o movimento tenha um impacto limitado.

 

“Vimos no passado que Índia e Japão assinaram vários acordos [de livre comércio] e reduziram as tarifas sobre países parceiros enquanto negavam o mesmo privilégio à China. Mas isso não atingiu o objetivo pretendido. Os bens continuaram a fluir da China, perturbando a balança comercial”, explicou o especialista.

 

No comunicado, os ministros reconheceram a necessidade urgente de cooperação regional para construir uma cadeia de suprimentos resiliente no Indo-Pacífico, citando a crise da covid-19 e mudanças em escala global nos cenários econômico e tecnológico.

 

Os três países formam junto com os EUA o Diálogo de Segurança Quadrilateral, mais conhecido como “Quad”, um fórum estratégico informal questionado pela China.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais