SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Eventos   /   Terminais privados registram alta performance e buscam validar operações para Brasil dar certo

Terminais privados registram alta performance e buscam validar operações para Brasil dar certo


Fonte: Brasil Export (27 de agosto de 2020 )

 

Apesar dos contratempos proporcionados pela pandemia de Covid-19, os terminais de uso privado (TUPs) instalados no Brasil registraram recorde de operações neste primeiro semestre de 2020 e ações que demonstraram desempenhos de alta performance, incluindo projetos que viabilizam transporte mais eficiente voltado ao comércio internacional. De acordo com as estatísticas divulgadas pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) nos seis primeiros meses de 2020, os portos privados movimentaram 351.265.070 de toneladas, quantidade 3,82% superior ao mesmo período do ano passado.

 

Esse resultado positivo criou uma “sensação de alívio”, explicou o diretor-presidente da Associação de Terminais Portuários Privados (ATP), Murillo Barbosa, que liderou webinar promovido pelo Fórum Nacional Brasil Export nesta quarta-feira, 26 de agosto, reunindo executivos de algumas das mais importantes empresas instaladas no Brasil. “No início da pandemia imaginávamos como seria o comportamento do setor portuário. Ao final do primeiro semestre as estatísticas da Antaq trouxeram grande alívio para o setor portuário”.

 

Os executivos convidados para o webinar elogiaram a inclusão da atividade portuária como serviço essencial na Medida Provisória (MP) 945. Também foram destacadas as ações tomadas para preservar a saúde dos colaboradores das empresas. Patricia Dutra Lascosque, superintendente institucional de Logística da Suzano S.A., enfatizou o crescimento de 900 mil toneladas movimentadas pela empresa no primeiro semestre de 2020, se comparado às operações do mesmo período do ano anterior, em terminais instalados em Santos (SP), Vitória (ES) e Itaqui (MA).

 

Diante da redução do consumo de papeis comercializados com o objetivo de imprimir e escrever, unidades fabris da Suzano modificaram as mercadorias mais produzidas, destinando a celulose confeccionada para aplicação em produtos higiênicos, fraldas descartáveis, máscaras hospitalares e até colchões.

 

As oportunidades de negócios envolvendo a produção do complexo soja foram destacadas durante o webinar na apresentação de Ricardo Tomczyk, executivo de Relações Institucionais da Amaggi. A produção de commodities agrícolas registrou recorde na safra 2019/2020. O escoamento dessa produção pelos portos do Arco Norte segue como tendência e batendo recordes, com acréscimo de 10,8% no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano anterior. “O Brasil tem condições de responder às demandas do mercado. Fechar 2020 com bons números será dar nossa contribuição positiva para o País”.

 

A Vale está entre as principais companhias brasileiras com terminais privados instalados que atendem à sua produção. Convidado a participar do webinar, o gerente executivo dos Portos Sul da Vale S.A., Walter Pinheiro, explicou que a empresa administra portos com calados profundos, aptos para receber os Valemax – os maiores navios construídos para transportar minérios no mundo”.

 

 

A produção de minério de ferro da Vale no segundo trimestre de 2020 somou 67,6 milhões de toneladas, aumento de 5,5% na comparação com o mesmo período do ano passado e de 13,4% ante o primeiro trimestre de 2020, apesar de efeitos negativos relacionados à pandemia do coronavírus. “O minério de Carajás é o melhor do mundo. Em um país deste tamanho, com larga extensão territorial e tanta gente competente, não tem como dar errado”.

 

Desenvolvida a partir de uma parceria entre a Prumo e a Oiltanking, dedicada a oferecer infraestrutura de serviços de movimentação de petróleo, a Açú Petróleo já conta com capacidade licenciada de 1,2 milhão de barris por dia. O Brasil produz 1,6 milhões de barris diariamente, por isso o empreendimento poderia exportar quase toda produção nacional . O terminal avança mar adentro por uma ponte de acesso com 3 km de extensão e com 3 berços de operação”.


Mais lidas


Conheça um pouco sobre a trajetória e o trabalho exercido pelos advogados de nossas associadas - Vivian Carvalho, gerente jurídico e compliance da Brasil Terminal Portuário e Leandro Fernandes, gerente jurídico do Terminal 12A. Pelo SOPESP, nossa Relações Institucionais, Marcelli Mello e nossa Assessora Jurídica, Gislaine Heredia.

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais